Alegando cansaço, Djokovic desiste de disputar Masters de Madri

O sérvio Novak Djokovic anunciou nesta quarta-feira que não vai disputar o Masters 1000 de Madri, na próxima semana. O tenista número 1 do mundo alegou cansaço para desistir do torneio disputado no saibro, que serve de preparação para Roland Garros.

Estadão Conteúdo

29 de abril de 2015 | 22h29

"O sérvio anunciou que precisará de mais tempo para descansar para continuar com seu calendário nos torneios de Roma e Roland Garros", informou a organização da competição espanhola. O Masters de Roma terá início no dia 10 de maio e o Grand Slam francês está marcado para começar no dia 24.

Djokovic é o segundo jogador com mais partidas disputados no ano dentro do Top 10. Esteve em 32 partidas na temporada 2015 - 30 vitórias e apenas duas derrotas. O checo Tomas Berdych é o recordista da lista dos 10 melhores do ranking até o momento, com 34 confrontos (27 triunfos e 7 derrotas).

Nesta sequência de jogos, o sérvio faturou quatro títulos em quatro meses de temporada: o Aberto da Austrália e os Masters de Indian Wells, Miami e Montecarlo. Foi finalista ainda em Dubai, mas foi derrotado pelo suíço Roger Federer. Com a decisão anunciada nesta quarta, Djokovic ficará de fora em Madri pelo segundo ano consecutivo.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisMasters de MadridDjokovic

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.