Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Ronald Wittek/ EFE
Ronald Wittek/ EFE

Alemã Siegemund surpreende algoz de Sharapova e é campeã em Stuttgart

Tenis alemã faturou título ao vencer adversária por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 2/6 e 7/6 (7/5)

Estadao Conteudo

30 de abril de 2017 | 13h54

A alemã Laura Siegemund surpreendeu a francesa Kristina Mladenovic e faturou o Torneio de Stuttgart. Mesmo com ranking inferior ao da adversária, a tenista da casa levou a melhor na decisão ao vencer o equilibrado confronto deste domingo por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 2/6 e 7/6 (7/5).

Siegemund precisou de duas horas e meia para superar Mladenovic e faturar apenas seu segundo torneio de simples no circuito da WTA - o outro foi em Bastad, no ano passado. O resultado deverá fazer a tenista subir no ranking na atualização da próxima semana, deixando a 49.ª colocação.

Por outro lado, Mladenovic perdeu a chance de ser campeã também pela segunda vez. A número 19 do mundo vinha embalada depois de ter vencido na semifinal a grande estrela da competição, a russa Maria Sharapova, que voltava a competir após longa punição por doping, mas não resistiu a Siegemund na decisão.

Siegemund precisou de um convite para entrar no Torneio de Stuttgart, mas neste domingo mostrou força diante de Mladenovic. Em um dia inconstante de ambas as tenistas no serviço - foram cinco quebras para cada lado -, a alemã de 29 anos teve mais calma e precisão no momento decisivo do terceiro set para vencer.

ISTAMBUL

Se em Stuttgart a zebra passeou, no Torneio de Istambul a ucraniana Elina Svitolina confirmou o favoritismo para conquistar o título. Neste domingo, a cabeça de chave número 1 levou a melhor na decisão diante da belga Elise Mertens e venceu por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/4.

Número 13 do mundo, Svitolina teve uma trajetória tranquila em Istambul, e neste domingo precisou de somente 1h15min para levar a melhor e conquistar seu sétimo título de simples na carreira. Pior para Mertens, sexta cabeça de chave e 65.ª colocada do ranking, que perdeu a chance de faturar seu segundo troféu.

Dos seis games vencidos por Mertens, três foram no saque de Svitolina. Se a ucraniana não estava encaixando o serviço, soube atacar o da adversária e aproveitar seis dos 12 break points que teve. Com isso, abriu vantagem confortável para administrar o placar e confirmar o título.

Tudo o que sabemos sobre:
Tênistênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.