Álvaro Santos é "rei" na Suécia

No Reino da Suécia - onde o Brasil joga entre 7 e 9 de fevereiro pela primeira fase da Copa Davis - quem verdadeiramente reina agora é o atacante brasileiro Álvaro Santos e não mais a conhecida rainha ?brasileira? Silvia, que hoje só ocupa as páginas dos jornais para críticas à família real, acusada de apenas trazer despesas ao país. Para o atacante mineiro, do time de Helsinborg estão reservados os melhores elogios. "Ele é muito bom e jamais reclamou do frio", dizem os amigos suecos do jogador.A adaptação do jogador às difíceis condições climáticas da Suécia é apenas uma das virtudes deste quase desconhecido no Brasil, Álvaro Santos, de 23 anos, saído do América Mineiro para ser idolatrado na cidade de Helsinborg e ter o respeito de todos os súditos no país inteiro."Eu soube como superar as dificuldades, especialmente no início", conta Santos. "O frio nunca me incomodou, pois se estou fazendo o que gosto, que é jogar futebol, tenho de estar pronto para enfrentar todas estas dificuldades." A seriedade e determinação são as maiores virtudes de Álvaro Santos, além, é claro, de uma conhecida mania brasileira: saber dar dribles desconcertantes. "Treino muito aqui na Suécia", diz. "Procuro até fazer um trabalho extra, para aguentar a força do futebol europeu, muito físico e, especialmente aqui na Suécia, muito tático." Com a determinação para treinamentos, Álvaro Santos não se deslumbrou na chegada a Suécia há três anos. Negro e jogador de talento fez muito sucesso entre as loiras locais. Mas mostrou, mais uma vez, força para alcançar seus objetivos. Logo retornou ao Brasil, casou-se e agora vive a rotina familiar num bom apartamento em Helsinborg."Como já disse treino muito e, por isso, minha vida aqui é do clube para casa", contou. "Dedico muito tempo também a preparação física." Com inverno rigoroso, o campeonato sueco só começa mesmo com a chegada da primavera em abril, enquanto outros países europeus já estão com suas competições em andamento. "Aqui não dá pra jogar. Mas, nem por isso, temos vida fácil. Os treinamentos nesta época de frio são ainda mais exigentes, com a preparação física e às vezes fazemos alguns jogos treinos, só que com muita roupa para proteger do frio." Vice artilheiro do campeonato do ano passado, Álvaro Santos ajudou seu time, o Helsinborg, a ficar na quarta colocação. Com físico privilegiado, adapatado às condições climáticas e, como ele mesmo diz, "às vezes até consigo fazer uma graça à frente dos zagueiros", o atacante mineiro está sendo cobiçado por um time da Alemanha e outro da Itália. Mas, isso não foi ele quem contou, o que poderia prenunciar uma auto promoção e sim torcedores de seu time sueco.A ida de Álvaro Santos para a Suécia faz parte de um acordo que o clube de Helsinbor tem com equipes mineiras como o América e o Atlético Mineiro.

Agencia Estado,

04 de fevereiro de 2003 | 14h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.