Saeed Khan/AFP
Saeed Khan/AFP

Ameaçada de perder a Olimpíada, Sharapova é chamada para Fed Cup

Jogadora costuma recusar as convocações para defender o país

Estadão Conteúdo

27 Janeiro 2016 | 13h27

Depois de ouvir a ameaça de que poderia ser excluída dos Jogos Olímpicos do Rio se não defendesse a Rússia na Fed Cup, Maria Sharapova foi convocada nesta quarta-feira para o torneio, uma espécie de Copa Davis feminina. A número 5 do ranking mundial apareceu na lista anunciada pela capitã Anastasia Myskina.

Na última terça, Sharapova ouviu o presidente da Federação Russa de Tênis, Shamil Tarpishchev, falar que ela ficaria de fora da convocação para a Olimpíada deste ano se não defendesse o país no duelo diante da Holanda, pela Fed Cup. "Se nós perdermos e ela não jogar, significará que ela não vai jogar a Olimpíada", chegou a dizer à agência R-Sport, da Rússia.

A ira do dirigente foi resultado do posicionamento de Sharapova, que após ser eliminada por Serena Williams no Aberto da Austrália, disse que não teria condições de atuar pela Rússia contra a Holanda, dias 6 e 7 de fevereiro, por conta de um problema no braço. A jogadora costuma recusar as convocações para defender o país na Fed Cup. Resta saber se ela aceitará o chamado desta vez.

Além de Sharapova, a Rússia chamou para o confronto Svetlana Kuznetsova, Ekaterina Makarova e Darya Kasatkina. A Holanda também está definida e será representada por Kiki Bertens, Richel Hogenkamp, Cindy Burger e Arantxa Rus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.