Glyn Kirk/AFP
Glyn Kirk/AFP

Anderson arrasa Nishikori e fica perto de classificação às semis do ATP Finals

Sul-africano não teve trabalho para fazer por 2 sets a 0 - com parciais de 6/0 e 6/1

Estadão Conteúdo

13 de novembro de 2018 | 14h02

O sul-africano Kevin Anderson está tendo um desempenho irrepreensível logo em seu ano de estreia no ATP Finals, em Londres, que reúne oito dos melhores tenistas da temporada. Depois de bater o austríaco Dominic Thiem na primeira rodada, o atual número 6 do mundo massacrou nesta terça-feira o japonês Kei Nishikori por 2 sets a 0 - com parciais de 6/0 e 6/1, em 1 hora e 4 minutos - e assumiu a liderança isolada do Grupo Lleyton Hewitt.

Com a segunda vitória na competição, Anderson está muito perto da classificação às semifinais. Ela pode acontecer de forma antecipada ainda nesta terça-feira. Para isso há duas possibilidades: uma vitória de Thiem sobre Roger Federer, que eliminaria o suíço e daria a Anderson o primeiro lugar do grupo, ou um triunfo de Federer em três sets, que ainda deixaria os outros três atletas da chave com chances de obter a segunda vaga da chave.

A derrota nesta terça-feira é um balde de água fria para Nishikori, o nono do mundo, que no último domingo havia surpreendido Federer com um triunfo em dois sets. No confronto direto contra Anderson, o japonês ainda lidera - agora por 5 a 4. Somente em 2018 os dois se enfrentaram quatro vezes, com três vitórias do sul-africano. A de maior destaque foi a final do ATP 500 de Viena, na Áustria, no final de outubro.

Nas estatísticas, Anderson foi absoluto em quadra. Ganhou no número de aces (10 a 2), teve 78% de aproveitamento no primeiro serviço, não enfrentou break points e cedeu apenas oito pontos em seus games de serviço. Além disso, cometeu 12 erros não-forçados contra 24 do japonês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.