André Sá vence Saretta em Wimbledon

O duelo brasileiro, hoje, em Wimbledon, foi melhor para André Sá, de 25 anos, 90º do ranking mundial. Ele derrotou Flavio Saretta, de 21, 71º do mundo, depois de 2/6, 6/4, 6/3, 1/6 e 6/1. É o melhor resultado de Sá no maior torneio do mundo disputado em quadra de grama, no All England Club. O próximo adversário do tenista mineiro será o espanhol Feliciano Lopez, 103º, que eliminou o alemão Rainer Schuettler, 24º, por 3/6, 7/6 (9-7), 6/4 e 6/4. Sá venceu o espanhol de 20 anos na única vez que se enfrentaram, em 2001, no saibro, em um challenger em São Paulo, por 6/2 e 6/4. Sá, depois, disse que sua semana estará completa se o Brasil vencesse a Alemanha, amanhã, em Yokohama, no Japão, na final da Copa do Mundo. Ele apostou que a Seleção Brasileira venceria por 2 a 0. Sobre sua partida contra Saretta, ele falou: "No quinto set, joguei o mais forte que pude. É assim que tem de ser quando disputamos um torneio do Grand Slam. Mas é diferente quando enfrentamos um amigo. Nós dois estamos no circuito há algum tempo." O tenista diz que conversou por telefone com Guga, que não foi a Wimbledon. "Ele está se recuperando para os próximos meses", afirmou. Com a partida de hoje, Sá conseguiu 150 pontos para o ranking, no qual sua melhor posição foi o 79º lugar, em setembro de 2000. Outros resultados: Monica Seles (EUA) 4/6, 6/1 e 6/4 Ai Sugiyama (JAP). Entre juvenis, Rajeev Ram (EUA) 7/6 (7-0) e 6/1 Alexandre Bonatto (BRA).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.