Andrew Boyers/Reuters
Andrew Boyers/Reuters

Andy Murray anuncia dupla com irmão em Washington, mas não garante US Open

Escocês mantém parceria com irmão para torneio que terá início o próximo sábado

Redação, Estadão Conteúdo

24 de julho de 2019 | 11h36

Ainda ensaiando seu retorno definitivo aos jogos de simples, o tenista britânico Andy Murray confirmou nesta quarta-feira que vai disputar a chave de duplas do Torneio de Washington ao lado do irmão Jamie. A competição nos Estados Unidos, realizada em quadras duras, terá início no sábado.

Acostumado a jogar os torneios somente em simples, Murray vem dando prioridade às chaves de duplas nesta temporada numa tentativa de recuperar o ritmo de jogo, após ser submetido a uma cirurgia no quadril no fim de janeiro. Ele chegou a cogitar a aposentadoria antes do início do Aberto da Austrália, no mesmo mês.

Neste ano, ele jogou apenas duas competições em simples. Além do primeiro Grand Slam, em Melbourne, o escocês esteve no Torneio de Brisbane, também na Austrália. Foram três jogos no total, com duas derrotas e uma vitória.

Nas duplas, Andy vem obtendo resultados bem melhores. Chegou a ser campeão em Queen's, em na grama de Londres, no mês passado, ao lado do espanhol Feliciano López. Em Roland Garros, ele não competiu. E, em Wimbledon, parou na segunda rodada, também somente nas duplas. No mesmo torneio, formou dupla mista com Serena Williams - a badalada parceria foi eliminada nas oitavas de final.

"Estou obviamente muito empolgado para estar de volta às quadras [com Jamie]", disse Andy, nas redes sociais. Jamie formou dupla com o brasileiro Bruno Soares entre 2016 e a edição deste ano de Roland Garros. Soares já definiu dupla com o croata Mate Pavic, mas o escocês ainda não anunciou um parceiro fixo.

A presença em Washington aumentou a expectativa sobre a eventual presença de Andy no US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, com início no fim de agosto. "Espero ter um bom verão nos Estados Unidos para manter a minha evolução física. Espero estar de volta para os jogos de simples o mais breve possível", disse o escocês, sem confirmar sua presença na chave principal da competição disputada em Nova York.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisAndy Murray

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.