Paulo Crock|AFP
Paulo Crock|AFP

Andy Murray anuncia que Ivan Lendl voltará a ser seu técnico

Tenista escocês reata parceria de sucesso entre 2013 e 2014

Estadão Conteúdo

12 de junho de 2016 | 13h29

Andy Murray anunciou neste domingo que voltará a ser treinado por Ivan Lendl, técnico que o ajudou a ganhar seus dois primeiros títulos de Grand Slam. Checoslovaco naturalizado norte-americano, Lendl trabalhou com Murray durante dois anos, até 2014, período em que o britânico ganhou o US Open (em 2012) e Wimbledon (em 2013), além do ouro olímpico de Londres, em 2012.

"Tive dois anos muito bem sucedidos trabalhando com Ivan, é muito bem decidido e sabe o que é preciso para ganhar os torneios importantes. Estou ansioso para que Ivan se una de novo à equipe e me ajude a alcançar minhas metas", disse Murray, em comunicado. Ele estava sem técnico desde o mês passado, quando dispensou os trabalhos da francesa Amelie Mauresmo.

Desde que encerrou sua relação com Lendl - e contratou a francesa - , Murray perdeu as três finais de Grand Slam que jogou, todas para o sérvio Novak Djokovic, que o derrotou inclusive na decisão de Roland Garros, na semana passada. Em 10 finais de Grand Slam, o britânico perdeu oito.

A relação entre o jogador britânico e o treinador norte-americano foi encerrada em março de 2014, depois que Lendl, oito vezes campeão de Grand Slam como jogador, decidiu que não passaria mais 20 semanas por ano viajando.

No retorno ao trabalho, o treinador vai acompanhar Murray na temporada de torneios com piso de grama, que começa segunda-feira no Queen's Club e termina em Wimbledon. "Andy e eu sempre mantivemos contato e percebemos que seria divertido fazer parte da equipe novamente", disse Lendl.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.