Tannen Maury/EFE
Tannen Maury/EFE

Murray consegue virada incrível e avança em Cincinnati; Nadal cai

Tenista espanhol é eliminado por Feliciano López por 2 sets a 1

Estadão Conteúdo

21 Agosto 2015 | 00h06

A quadra não era a central - o jogo merecia o palco principal -, mas o público presente na quadra 3 do Masters 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos, nesta quinta-feira, pôde ver uma partida sensacional. Quando tudo parecia caminhar para uma tranquila vitória do búlgaro Grigor Dimitrov contra Andy Murray, eis que o tenista britânico mostrou uma incrível reação, salvou match-points e arrancou uma virada por 2 sets a 1 - com parciais de 4/6, 7/6 (7/3) e 7/5, após 2 horas e 58 minutos.

Classificado ás quartas de final no piso duro do torneio norte-americano, Andy Murray, o número 2 do mundo, tem que recarregar logo as suas energias para o desafio desta sexta-feira contra o francês Richard Gasquet, 13.º colocado do ranking da ATP, que mais cedo passou pelo croata Marin Cilic.

Em outra partida emocionante, cheia de altos e baixos para ambos os tenistas, o espanhol Feliciano López conseguiu mais uma vez derrotar o compatriota Rafael Nadal. Nesta quinta-feira, quase um ano depois de ter batido o ex-número 1 do mundo em Xangai, López ganhou por 2 sets a 1 - com parciais de 5/7, 6/4 e 7/6 (7/3), após 2 horas e 23 minutos - e avançou às quartas de final em Cincinnati.

FEMININO

Na chave feminina, a bielo-russa Victoria Azarenka caiu nas oitavas de final. Nesta quinta-feira, a atual número 21 do ranking mundial da WTA vencia a russa Anastasia Pavlyuchenkova por 6/1 e 0/3, mas teve que abandonar por dores na coxa esquerda. Em outro jogo do dia, a ucraniana Elina Svitolina passou facilmente pela francesa Caroline Garcia por 2 sets a 0, com parciais de 6/0 e 6/3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.