Andy Murray enfrentará Djokovic no Masters de Monte Carlo

Tenista britânico vence o italiano Filippo Volandri por 6/4 e 6/1 e segue vivo na competição da ATP

Julien Pretot, REUTERS

22 de abril de 2008 | 15h06

O escocês Andy Murray derrotou o italiano Filippo Volandri por 6/4 e 6/1 no Masters Series de Monte Carlo nesta terça-feira e jogará na terceira rodada contra Novak Djokovic, que derrotou o croata Ivan Ljubicic por duplo 6/3 . Murray quebrou o serviço do adversário no sexto game do primeiro set, e Volandri devolveu a quebra no game seguinte. Entretanto, o escocês venceu o primeiro set depois de 44 minutos ao conseguir nova quebra no décimo game. Depois disso, Murray foi muito melhor do que Volandri, que perdeu o ritmo da partida e teve o saque quebrado por duas vezes antes de ser derrotado com um bonito forehand. "Foi uma vitória muito apertada. Muito mais apertada do que o placar sugere", disse Murray.  "A chave hoje foi ser paciente, com longas trocas de bola." Olhando para frente, ele acrescentou: "Novak é o número um na Corrida [por pontos da ATP] e ele venceu o primeiro torneio Grand Slam do ano, então acho que será difícil. Ele foi muito bem em sua primeira partida." Ljubicic, que não mostrou compaixão ao derrotar Gustavo Kuerten na segunda-feira, foi esmagado por Djokovic na quadra.  Depois de uma troca de quebras de serviço, Djokovic quebrou o saque de seu adversário no quinto game e fechou o primeiro set.  Após mais uma quebra no segundo set, ele salvou dois break points no oitavo game até caminhar para a vitória.  "Não foi fácil, nós nos encontramos há dois anos em Zagreb em um torneio indoor", disse Djokovic. Os jogadores costumavam treinar juntos, e Djokovic disse que a amizade pesou no conflito. "Por isso comecei tão nervoso, mas depois joguei em um bom nível", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.