Rob Carr/AFP
Rob Carr/AFP

Andy Murray perde para Pouille em estreia no Masters de Cincinnati

Britânico decepciona em torneio de preparação para o US Open

Estadão Conteúdo

13 Agosto 2018 | 16h34

Em um dos últimos torneios preparatórios para o US Open, o tenista britânico Andy Murray decepcionou nesta segunda-feira ao ser eliminado logo na estreia no Masters 1000 de Cincinnati, também nos Estados Unidos. O ex-número 1 do mundo foi batido pelo francês Lucas Pouille pelo placar de 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 1/6 e 6/4, em 1h53min de confronto na quadra dura norte-americana.

Atual 375º do ranking, Murray chegou a salvar um match point no terceiro set, mas não conseguiu evitar a derrota. Foi o primeiro triunfo do francês, 17º do mundo, sobre o escocês, que vinha de quatro vitórias consecutivas sobre o rival no circuito profissional. Na segunda rodada, Pouille enfrentará o vencedor do duelo entre o local Michael Mmoh e o argentino Leonardo Mayer.

Campeão em Cincinnati em 2008 e 2011, Murray oscilou no serviço e fez um fraco início de partida. Com seis duplas faltas no primeiro set, sofreu três quebras de saque e não conseguiu se impor no serviço do adversário.

A situação se inverteu na segunda parcial. O britânico cresceu em quadra e sequer teve o seu serviço ameaçado. Além disso, faturou três quebras sobre o francês, devolvendo o placar de 6/1 do set inicial.

O terceiro set foi o mais equilibrado do confronto. Pouille, contudo, impôs maior pressão sobre o saque do ex-líder do ranking. Acabou obtendo uma única quebra em quatro break points. Murray, por sua vez, só teve uma chance, não aproveitada. Em melhor forma técnica, o francês sacramentou a vitória em quase duas horas de jogo.

FEDERER

Principal favorito ao título, o suíço Roger Federer conheceu nesta segunda seu adversário de estreia. Será o alemão Peter Gojowczyk, de 29 anos. O atual 47º do ranking estreou com vitória na competição ao superar o português João Sousa por 2 a 1, com parciais de 2/6, 6/4 e 7/5.

Federer é o segundo cabeça de chave em Cincinnati, mas é o principal candidato ao título porque o espanhol Rafael Nadal, que seria o cabeça número 1, desistiu da competição após se sagrar campeão do Masters 1000 de Toronto, na noite de domingo. Nadal foi substituído na chave pelo tunisiano Malek Jaziri, que entrou como "lucky loser".

Dono de sete títulos na quadra dura e rápida de Cincinnati, Federer deve estrear somente na quarta-feira. E encara a competição como seu único teste preparatório para o US Open, que terá início no fim do mês.

Ainda nesta segunda, o japonês Kei Nishikori se garantiu na segunda rodada ao superar o russo Andrey Rublev por 2 a 0, com parciais de 7/5 e 6/3. Seu próximo adversário vai sair do duelo entre o suíço Stan Wawrinka, convidado da organização, e o argentino Diego Schwartzman.

Mais cedo, o espanhol Pablo Carreño Busta despachou o francês Richard Gasquet em três sets: 6/3, 2/6 e 6/3. Na sequência, o tenista da Espanha vai encarar o vitorioso do duelo entre o alemão Maximilian Marterer e o local Bradley Klahn, que furou o qualifying.

Mais conteúdo sobre:
Andy Murray

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.