Stefan Wermuth/Reuters
Stefan Wermuth/Reuters

Andy Murray vence fácil alemão na estreia em Wimbledon

Com apoio da torcida, tenista inglês bateu o alemão Benjamin Becker por 3 sets a 0

AE, Agência Estado

24 de junho de 2013 | 15h41

LONDRES - Principal esperança de título da Grã-Bretanha em Wimbledon, Andy Murray não decepcionou na sua partida de estreia no terceiro Grand Slam da temporada, disputado em quadras de grama, e derrotou nesta segunda-feira o alemão Benjamin Becker, número 92 do mundo, por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/3 e 6/2, em 1 hora e 53 minutos.

Na partida desta segunda, o atual vice-campeão de Wimbledon fez 11 aces contra apenas cinco do seu adversário. Além disso, o britânico somou 38 winners e 16 erros não-forçados, diante de 26 bolas vencedoras e 18 equívocos do seu adversário. Na segunda rodada, ele vai enfrentará o vencedor do duelo entre seu compatriota James Ward e o taiwanês Yen-Hsun Lu.

Nesta segunda, Murray chegou a abrir 4/1 no primeiro set, com uma quebra de serviço no quarto game, mas permitiu a reação de Becker, que devolveu a quebra no sétimo game. No décimo, porém, o escocês converteu um break point e fechou a parcial em 6/4.

No segundo set, Murray salvou dois break points e converteu o único que teve, no oitavo game. Em seguida, confirmou o seu saque e fechou a parcial em 6/3. A terceira parcial foi a mais fácil da partida para o britânico. O número 2 do mundo não teve o seu saque ameaçado e converteu break points no primeiro e sétimo games para triunfar por 6/2 na parcial, fechando o duelo em 3 sets a 0.

Também nesta segunda, o francês Jo-Wilfried Tsonga avançou para a segunda rodada de Wimbledon. O número sete do mundo, que foi semifinalista em Roland Garros, derrotou o belga Dadvid Goffin, 83º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4), 6/4 e 6/3, em 1 hora e 54 minutos.Na partida, Tsonga fez 18 aces, converteu três de seis break points e salvou o seu saque na única vez em que esteve ameaçado.

Na segunda rodada, o francês vai encarar o letão Ernests Gulbis. Nesta segunda, o número 39 do mundo venceu o também francês Edouard Roger Vasselin, 71º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/1), 6/4 e 7/5, em 2 horas e 27 minutos. Gulbis fez 20 aces, conseguiu quatro quebras de serviço e perdeu o seu saque duas vezes. O francês chega ao duelo com uma vantagem de 3 a o no confronto direto.

Número 12 do mundo, o croata Marin Cilic se garantiu na segunda rodada de Wimbledon ao vencer o cipriota Marcos Baghdatis, 40º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 6/4, em 1 hora e 33 minutos. Seu próximo adversário será o francês Kenny De Schepper, número 80 do mundo, que venceu o italiano Paolo Lorenzi, por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (8/6), 6/4 e 6/2.

Já o sérvio Janko Tipsarevic caiu logo na primeira rodada de Wimbledon. Nesta segunda, o número 14 do mundo perdeu para o compatriota Viktor Troicki, 44º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 7/6 (7/5). Agora, Troicki vai medir forças com o russo Andrey Kuznetsov, número 78 do mundo, que passou pelo espanhol Albert Montanes (6/3, 6/4, 3/6 e 6/3).

Responsável por uma das maiores zebras da história de Wimbledon ao eliminar nesta segunda-feira o espanhol Rafael Nadal, o belga Steve Darcis já sabe qual será o seu próximo adversário em Wimbledon. O número 110 do mundo vai encarar o polonês Lukasz Kubot, que passou pelo russo Igor Andreev (6/1, 7/5 e 6/2).

O norte-americano John Isner avançou para a segunda rodada ao vencer o russo Evgeny Donskoy (6/1, 7/6 e 7/6) e vai encarar o francês Adrian Mannarino, que bateu o espanhol Pablo Andujar (6/1, 6/2 e 6/3). O espanhol Nicolas Almagro derrotou o estoniano Jurgen Zopp (6/4, 7/6 e 7/5) e agora enfrentará o francês Guillaume Rufin, que passou pelo australiano Marinko Matosevic (6/1, 4/6, 6/4 e 6/3).

O polonês Jerzy Janowicz superou o britânico Kyle Edmund (6/2, 6/2 e 6/4) e vai encarar o checo Radek Stepanek, que venceu o australiano Matt Reid (6/2, 6/2 e 6/4). O argentino Juan Monaco derrotou o alemão Bastian Knittel (6/4, 6/2 e 6/3) e terá o norte-americano Rajeev Ram, que eliminou o eslovaco Lukas Lacko (7/5, 6/4, 6/7 e 6/2), como adversário na segunda rodada. Já o russo Mikhail Youzhny bateu o holandês Robin Haase (6/4, 7/5 e 7/5) e enfrentará o canadense Vasek Pospisil, que passou pelo francês Marc Gicquel (6/3, 6/2 e 7/6), como adversário na segunda rodada de Wimbledon.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.