Anna Schmiedlova dá o troco em Sara Errani e conquista o WTA de Bucareste

A eslovaca Anna Schmiedlova, de 20 anos, derrotou a italiana Sara Errani por 2 sets a 0 - com parciais de 7/6 (7/3) e 6/3, em 2 horas e 7 minutos - e conquistou neste domingo o Torneio de Bucareste, na Romênia, sem perder sets durante os cinco jogos. De quebra, conseguiu a revanche contra a adversária que havia vencido a decisão do Rio Open, em fevereiro.

Estadão Conteúdo

19 de julho de 2015 | 17h13

Schmiedlova somou 280 pontos e deve saltar 16 posições no ranking - 60.º lugar para o 44.º, um posto atrás do recorde pessoal (43.ª, em maio). Errani subiu uma posição e agora é a 19.ª colocada.

Na decisão deste domingo, a eslovaca quebrou o serviço da rival na primeira chance que teve e abriu 3/0. Errani, no entanto, devolveu a quebra no quinto game. Na sequência, houveram mais duas quebras, uma para cada lado, e Schmiedlova ainda precisou salvar um break point no 5/5. No tiebreak, a partida foi equilibrada até o 3/3, mas a eslovaca manteve a invencibilidade em sets ao fazer três games seguidos. No segundo set, Schmiedlova foi superior e fechou o jogo sem muita dificuldade.

Nas duplas, a georgiana Oksana Kalashnikova e a holandesa Demi Schuurs venceram as locais Andreea Mitu e Patricia Tig, por 2 sets a 0, com duplo 6/2, conquistaram o primeiro título de WTA juntas.

DOBRADINHA SUECA - A sueca Johanna Larsson venceu a alemã Mona Barthel e garantiu o título do Torneio de Bastad com 2 sets a 0 no placar - parciais de 6/3 e 7/6 (7/2), em 1 hora e 41 minutos. Foi o primeiro troféu da tenista em casa, após dois vices em 2011 e 2013.

A tenista de 26 anos somou 280 pontos no ranking mundial e deve subir 26 posições, agora na 46.ª colocada. Campeã em 2014, Barthel deve cair nove colocações e ocupará o 43.º lugar. Para conquistar o título, Larsson reverteu duas quebras no primeiro set. No segundo, a partida foi equilibrada até o tiebreak, quando a sueca abriu 5 a 0 e depois administrou a conquista.

Larsson voltou à quadra horas depois e também levantou a taça nas duplas. Ao lado da holandesa Kiki Bertens, elas bateram a alemã Tatjana Maria e a ucraniana Olga Savchuk por 7/5 e 6/4.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.