Kevork Djansezian/AFP
Kevork Djansezian/AFP

Antes de buscar tri, Djokovic estreia com vitória nas duplas em Montecarlo

Ao lado de seu compatriota Viktor Troicki, sérvio venceu por 2 sets a 0

Estadao Conteudo

17 de abril de 2017 | 13h46

Antes de iniciar a sua busca pelo tricampeonato do torneio de simples do Masters 1000 de Montecarlo, onde ergueu a taça em 2013 e 2015, Novak Djokovic abriu nesta segunda-feira a sua participação na importante competição realizada em quadras de saibro com uma vitória na chave de duplas.

Vice-líder do ranking mundial, o tenista sérvio atuou ao lado do seu compatriota Viktor Troicki e venceu a parceria formada pelo luxemburguês Gilles Mueller e o francês Gilles Simon por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/3, para avançar à segunda rodada.

Assim, Djokovic e Troicki se credenciaram para enfrentar na próxima fase o finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers, cabeças de chave número 1, em duelo que valerá uma vaga nas quartas de final.

Cabeça de chave número 2 do torneio de simples, Djokovic irá estrear direto na segunda rodada desta disputa nesta terça-feira, quando voltará a encarar o francês Gilles Simon, que já no último domingo abriu a sua participação em Montecarlo derrotando o tunisiano Malek Jaziri por duplo 6/2.

Outras três partidas foram disputadas nesta segunda-feira pelo torneio de duplas no principado monegasco. Em uma delas, o brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray, cabeças de chave número 3, conheceram os seus adversários de estreia na segunda rodada.

Tratam-se do veterano alemão Tommy Haas e o filipino Treat Huey, que derrotaram os franceses Julien Benneteau e Lucas Pouille por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 4/6, 6/4 e 10/8.

SIMPLES - O segundo dia de disputas da chave principal de simples em Montecarlo já teve quase todas as suas partidas encerradas nesta segunda-feira. Em uma delas, Kyle Edmund venceu o duelo de britânicos com Daniel Evans por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/1, e se credenciou como primeiro adversário de Rafael Nadal.

O espanhol, que é o atual campeão deste Masters 1000 e conquistou incríveis oito títulos seguidos no principado entre 2005 e 2012, estreará direto na segunda rodada da competição por também ostentar a condição de quarto cabeça de chave.

Outros três tenistas espanhóis, por sua vez, asseguraram classificação à segunda rodada com vitórias nesta segunda. Um deles foi o espanhol Roberto Bautista Agut, 12º pré-classificado, que bateu o georgiano Nikoloz Basilashvili por 2 sets a 1, de virada, com 1/6, 6/3 e 7/5. Assim, ele avançou para encarar na segunda rodada o argentino Diego Schwartzman, que em outro duelo do dia derrotou o australiano Bernard Tomic por 6/1 e 7/6 (7/3).

Outro espanhol que confirmou a condição de cabeça de chave nesta segunda-feira foi Pablo Carreño Busta. Listado como 13º maior favorito, ele superou na estreia o italiano Fabio Fognini por 2 sets a 1, com 7/6 (7/0), 6/7 (4/7) e 6/3.

Também garantido na segunda rodada está Nicolás Almagro, que passou pelo eslovaco Martin Klizan, de virada, com 4/6, 6/3 e 6/1, e pegará na segunda rodada o belga David Goffin, décimo cabeça de chave.

O talentoso alemão Alexander Zverev, por sua vez, fez valer a condição de 14º cabeça de chave com autoridade em sua estreia ao arrasar o italiano Andreas Seppi por 6/1 e 6/2. O mesmo valeu para o uruguaio Pablo Cuevas, 16º pré-classificado, que eliminou o sérvio Viktor Troicki por 6/3 e 6/0.

Já o francês Adrian Mannarino passou de virada pelo espanhol Guillermo Garcia-López, com parciais de 1/6, 6/3 e 6/4, e se garantiu como primeiro rival do seu compatriota Jo-Wilfried Tsonga, sétimo cabeça de chave, que estreia direto na segunda rodada.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisNovak Djokovic

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.