Antes de confronto, Nadal vê chance de Murray ganhar Grand Slam

Rafael Nadal apóia o esforço de Andy Murray para dar fim à espera de 74 anos para que um britânico ganhe um título de Grand Slam, mas espera que isso não aconteça logo depois de os dois se enfrentarem nas quartas-de-final do Aberto da Austrália.

IAN RANSOM, REUTERS

24 de janeiro de 2010 | 12h36

O atual campeão Nadal, que levou Roger Federer às lágrimas depois de vencê-lo na final do ano passado, continuou sua campanha ao bater nas oitavas-de-final o croata Ivo Karlovic neste domingo por 6-4, 4-6, 6-4 e 6-4.

O espanhol tem seu primeiro verdadeiro teste contra Murray, que ainda não perdeu nenhum set em Melbourne neste ano e ficou entre os oito melhores após um jogo cheio de saques potentes contra o norte-americano John Isner.

"A primeira coisa é que Murray é muito bom. Ele é um dos jogadores mais talentosos em atividade", disse Nadal a jornalistas.

"Sabe jogar na ofensiva, na defensiva. Ele pode fazer muitas coisas durante a mesma partida."

"Não acho que Andy tenha algo a mostrar, não? Ele tem resultados o bastante para estar confiante em uma vitória em Grand Slam ou em vencer tudo. Mas, de qualquer maneira, ele vai ter muitas chances de vencer um Grand Slam e ele vai conseguir."

Desde que sentiu uma tendinite depois do Aberto da França do ano passado, Nadal enfrenta dificuldades para voltar a sua melhor forma.

Tudo o que sabemos sobre:
TENISNADALMURRAY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.