Francisco Seco/Reuters
Francisco Seco/Reuters

Após 4 horas de jogo, Nadal bate Djokovic e vai à final

Número 1 do mundo salva três match-points no tie-break e derrota rival sérvio por 2 sets a 1

AE, Agencia Estado

16 de maio de 2009 | 16h03

Rafael Nadal mostrou mais uma vez porque é o atual número 1 do mundo neste sábado, pelo Masters 1000 de Madri. Em um jogo épico contra o sérvio Novak Djokovic, o espanhol começou perdendo, mas abusou da superação para empatar a partida e vencer no tie-break do terceiro set, depois de salvar três match-points. No fim, acabou ganhando por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 7/6(7/5) e 7/6(11/9), em incríveis 4h02 de partida.

Veja também:

link Agassi diz que Nadal é capaz de ganhar todos slams em um ano

A vitória torna a campanha de Nadal em 2009 ainda melhor. Neste ano, ele já conquistou o Aberto da Austrália, os Masters de Indian Wells, Montecarlo e Roma, e ainda o Torneio de Barcelona. Três deles foram no saibro, assim como a competição em Madri, e em duas oportunidades ele já havia batido Djokovic na final. O triunfo deste sábado foi o quinto seguido sobre o sérvio, assim como o 33.º consecutivo na terra batida.

Em um jogo complicado para Nadal, Djokovic começou melhor e conseguiu a quebra que precisava no primeiro set para abrir vantagem, fechando depois em 6 a 3. Na segunda parcial, porém, o número 4 do mundo não conseguiu segurar a reação do espanhol. O equilíbrio se manteve, com os tenistas confirmando seus saques, até que Nadal foi superior no tie-break e deixou tudo igual na semifinal. Já o terceiro set marcou a recuperação do jogo de Nadal.

Já sem errar tanto - mesmo assim terminou com 50 erros não-forçados, contra 43 de Djokovic -, Nadal ainda teve um ótimo aproveitamento no primeiro saque, com 85%. Após uma quebra para cada lado, os tenistas foram novamente para o tie-break. No momento decisivo, o sérvio parecia mais inteiro, e assim chegou a ter três match-points a seu favor. Com muita força mental e física, o melhor do mundo salvou os três e partiu para a vitória, depois de também desperdiçar uma chance de fechar o jogo.

Na final do Masters 1000 de Madri, Nadal vai encarar o vencedor do confronto entre o suíço Roger Federer e o argentino Juan Martín Del Potro, que jogam ainda neste sábado. Já a decisão na Espanha acontece no domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.