Wang Zhao/AFP
Wang Zhao/AFP

Após derrubar nº 1, Ostapenko leva 'pneu' e é eliminada em Wuhan

Campeã de Roland Garros foi derrotada pela australiana Ashleigh Barty por 2 sets a 0

Estadao Conteudo

29 de setembro de 2017 | 14h02

Um dia após derrubar a espanhola Garbiñe Muguruza, atual número 1 do mundo, a letã Jelena Ostapenko decepcionou nesta sexta-feira ao sofrer uma dura derrota no Torneio de Wuhan, na China. A campeã de Roland Garros, 10ª colocada do ranking, foi derrotada pela australiana Ashleigh Barty por 2 sets a 0, com direito a um "pneu": 6/3 e 6/0.

Ostapenko vinha de uma sequência de oito vitórias seguidas, incluindo o título conquistado em Seul, na Coreia do Sul, no fim de semana. Em Wuhan, derrotou a campeã olímpica Monica Puig, de Porto Rico, e Muguruza, campeã de Wimbledon e atual líder do ranking da WTA.

Contra Barty, 37ª do mundo, Ostapenko exibiu forte queda no saque. Ela registrou quatro duplas faltas e colocou em quadra apenas 45% do primeiro serviço. Neste ritmo, sofreu cinco quebras de saque, três delas no surpreendente segundo set, quando não conseguiu vencer um game sequer.

A vitória levou Barty à final de Wuhan. Sua adversária será a francesa Caroline Garcia, que se garantiu na decisão ao despachar a grega Maria Sakkari por 6/3 e 6/2. Garcia é a maior surpresa da competição chinesa. No caminho até a final, eliminou rivais como a alemã Angelique Kerber, ex-número 1, e a eslovaca Dominica Cibulkova, 9ª do ranking.

Mais conteúdo sobre:
TênisJelena Ostapenko

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.