Patrick Post / AP
Patrick Post / AP

Após queda de Nadal em Madri, Federer reassume liderança do ranking mundial

Fora da atual temporada de saibro do circuito profissional, o tenista suíço voltou a ocupar o topo com 8.670 pontos

Estadão Conteúdo

14 Maio 2018 | 11h46

Com a eliminação de Rafael Nadal nas quartas de final do Masters 1000 de Madri, na semana passada, onde o espanhol não conseguiu defender a totalidade de pontos que somou pelo título da competição no ano passado, Roger Federer reassumiu a liderança do ranking da ATP, atualizado nesta segunda-feira pela entidade.

+ Thiem vence Nadal em Madri e encerra série de 21 vitórias do espanhol no saibro

Fora da atual temporada de saibro do circuito profissional, o tenista suíço voltou a ocupar o topo com 8.670 pontos, enquanto Nadal caiu para a segunda posição, com 7.950, depois de ter assumido o topo pela última vez no dia 2 de abril.

Federer optou por ficar fora das competições realizadas na terra batida em 2018 visando se preservar para a temporada de grama, na qual mira, principalmente, conquistar o seu nono título de Wimbledon, tradicional Grand Slam realizado em Londres.

Algoz de Nadal em Madri, o austríaco Dominic Thiem acabou caindo uma posição no Top 10 após ficar com o vice-campeonato do Masters 1000 espanhol, onde caiu na decisão diante do alemão Alexander Zverev, que se consolidou ainda mais no terceiro lugar do ranking, agora com 6.015 pontos, com boa vantagem para o búlgaro Grigor Dimitrov, quarto colocado, com 4.870.

Thiem também foi vice-campeão na capital espanhola no ano passado, então superado por Nadal na decisão, e acabou descendo da sétima para a oitava colocação. O sétimo lugar do ranking foi assumido pelo sul-africano Kevin Anderson, que ironicamente foi eliminado justamente pelo austríaco nas semifinais em Madri.

DJOKOVIC DESPENCA

Ex-número 1 do mundo, Novak Djokovic amargou queda expressiva no Top 20 do ranking nesta segunda-feira. Em má fase, o sérvio caiu da 12ª para a 18ª posição após ter sido eliminado já na segunda rodada do Masters de Madri. Essa é a sua pior colocação na listagem da ATP desde 2006.

Algoz de Djokovic na semana passada, o britânico Kyle Edmund subiu três postos nesta segunda e assumiu o 19º lugar, ficando justamente atrás do sérvio no ranking. E o japonês Kei Nishikori, eliminado por Djokovic na estreia em Madri, deixou o Top 20 ao cair da 20ª para a 24ª posição.

BRASIL

Entre os brasileiros, a principal novidade foi a ascensão do cearense Thiago Monteiro, que voltou a ser o número 1 do País ao subir oito postos e ficar em 114º lugar na classificação geral. Assim, ele ficou logo à frente de Rogério Dutra Silva, o 115º, depois de ter avançado na semana passada às quartas de final do Challenger de Aix-en-Provence, na França.

Guilherme Clezar, em 235º lugar, se tornou o novo número 3 do Brasil por causa de mais uma queda expressiva amargada por Thomaz Bellucci, que desceu mais 28 posições nesta segunda-feira e passou a figurar como 249º tenista do mundo.

Confira a classificação atualizada do ranking da ATP:

1) Roger Federer (SUI), 8.670 pontos

2) Rafael Nadal (ESP), 7.950

3) Alexander Zverev (ALE), 6.015

4) Grigor Dimitrov (BUL), 4.870

5) Marin Cilic (CRO), 4.770

6) Juan Martín Del Potro (ARG), 4.540

7) Kevin Anderson (AFS), 3.660

8) Dominic Thiem (AUT), 3.545

9) John Isner (EUA), 3.305

10) David Goffin (BEL), 2.930

11) Pablo Carreño (ESP), 2.280

12) Sam Querrey (EUA), 2.220

13) Roberto Bautista (ESP), 2.210

14) Jack Sock (EUA), 2.155

15) Diego Schwartzman (ARG), 2.130

16) Lucas Pouille (FRA), 1.995

17) Tomas Berdych (RCH), 1.980

18) Novak Djokovic (SER), 1.905

19) Kyle Edmund (ING), 1.905

20) Hyeon Chung (COR), 1.807

114) Thiago Monteiro (BRA), 479

115) Rogério Dutra Silva (BRA), 479

235) Guilherme Clezar (BRA), 246

249) Thomaz Bellucci (BRA), 227

Mais conteúdo sobre:
tênis Rafael Nadal Roger Federer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.