Marcos de Paula/ Estado
Marcos de Paula/ Estado

Após vitória, Nadal prevê duelo complicado com embalado Cuevas

Favorito ao título do Rio Open, espanhol reconhece que boa fase do uruguaio em quadras brasileiras pode atrapalhar sua caminhada

Ronald Lincoln Jr., O Estado de S. Paulo

20 de fevereiro de 2015 | 08h25

Antes de vencer o jogo desta quinta-feira na segunda rodada do Rio Open, o espanhol Rafael Nadal havia destacado que seu compatriota Pablo Carreno Busta é uma grande promessa do tênis de seu País e que iria criar dificuldades. E não foi diferente, mesmo que Nadal tenha vencido em dois sets, com parciais de 7/5 e 6/3.

Mas, apesar da pressão sofrida e das oscilações durante a partida, o terceiro melhor tenista do mundo considerou boa a sua apresentação e já projetou o próximo duelo, pelas quartas de final, contra o uruguaio Pablo Cuevas, nesta sexta-feira.

"Novamente as condições de calor e umidade foram complicadas. Mas a partida foi muito positiva. Tive bons momentos, outros não. Poderia ter sido mais cômodo o resultado, faltou tranquilidade em alguns momentos", disse Nadal.

Cuevas, seu próximo adversário, vem de boas partidas no torneio carioca, além de ostentar o título do Brasil Open conquistado na semana passada, em São Paulo. "Ele é um jogador especialista em saibro, tem uma técnica quase perfeita neste chão de terra. Tem bom saque, golpes longos, bolas de efeito. Ele ganhou em São Paulo e quando um jogador está confiante é sempre difícil. Espero me recuperar e estar pronto."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.