Após vitória, Thomaz Bellucci e Larri Passos exaltam estratégia

Brasileiro venceu Verdasco e pela primeira vez na carreira superou um tenista da elite mundial

AE, Agência Estado

23 de fevereiro de 2011 | 12h25

O brasileiro Thomaz Bellucci e o seu técnico, Larri Passos, festejaram nesta quarta-feira a importante vitória do primeiro deles sobre o espanhol Fernando Verdasco na estreia do Torneio de Acapulco. O tenista número 1 do País desbancou o segundo cabeça de chave do ATP 500 mexicano e atual nono colocado do ranking mundial ao vencer por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 4/6 e 6/3. Após o confronto, eles exaltaram a estratégia adotada para garantir o primeiro triunfo de Bellucci sobre um top 10 em sua carreira.

"Joguei muito bem hoje (quarta), estou muito feliz", comemorou Bellucci. "Eu estava muito seguro, quando entrava no ponto já sabia que ia ganhá-lo. Consegui fazer tudo o que eu e o Larri (Passos) havíamos combinado", ressaltou o brasileiro.

Larri, por sua vez, destacou: "Eu tinha dito anteriormente que o Thomaz iria ganhar dos top 10 e hoje (quarta) aconteceu". Para o ex-treinador de Gustavo Kuerten, Bellucci mostrou um tênis de primeiro nível no circuito profissional. "O Thomaz jogou com personalidade de um top, se impôs, saiu jogando como havia treinado, buscando o revés e atacando a direita. Fez um primeiro set perfeito. A única coisa que pedi quando ele perdeu o segundo set foi para que ficasse no plano tático. Deu certo, mesmo assim o Verdasco lutou até o último ponto", analisou.

Depois de passar pela estreia, Bellucci volta à quadra pela segunda rodada em Acapulco em jogo previsto para começar às 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira. Ele enfrentará o espanhol Ivan Navarro, atual 191.º do ranking, no primeiro confronto entre os dois. "O Navarro costuma sacar e volear e usa o slice de esquerda. Vou ter que me manter sólido. Vou ficar mais feliz ainda se vencer esse jogo", comentou o tenista brasileiro.

Veja também:

linkThomaz Bellucci quebra tabu contra top 10 e avança em Acapulco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.