Arquivo/AE
Arquivo/AE

Aposentado, Andre Agassi descarta retorno como treinador

'Adoro falar sobre tênis, mas não tenho nenhuma vontade de deixar minha família sozinha', disse o americano

EFE

14 de maio de 2009 | 12h20

O ex-tenista profissional Andre Agassi descartou voltar ao circuito como treinador, segundo entrevista à revista alemã Gala. "Adoro falar sobre tênis, mas não tenho nenhuma vontade de deixar minha família sozinha. Como treinador teria que viajar muito, por isso não penso na possibilidade", afirmou.

 

O norte-americano disse ainda que não pensa em deixar Las Vegas, sua cidade natal, nem pela vontade de sua esposa, a também ex-tenista alemã Steffi Graf.

 

"Aqui existe uma cultura de trabalhar muito que sempre me contagiou", afirmou Agassi, admitindo que Graf e os dois filhos do casal, Jaden Gil e Jaz Elle, viverão na cidade.

 

"Adoraria dar a Steffi um lugar com vista para o mar e mais área verde, mas Las Vegas é muito especial e está no meio do deserto", disse.

 

Atualmente com 38 anos, Agassi conquistou oito títulos do Grand Slam, sendo que pelo menos uma vez cada um dos quatro torneios que formam o mais importante circuito do tênis mundial. O americano levou outros 51 torneios na ATP e a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996.

 

Já o currículo de Graf, de 39 anos, é igualmente invejável: em 1988, foi a única mulher a vencer os quatro torneios do Grand Slam na mesma temporada, ano em que também completou um Golden Slam ao vencer o torneio de tênis dos Jogos Olímpicos na mesma temporada. Ela acumula 22 títulos de simples.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.