Marko Djurica / Reuters
Marko Djurica / Reuters

Argentina e Grã-Bretanha recebem convites para a nova Copa Davis

Serão 18 participantes na fase final do torneio, que será disputada em apenas um local

Estadão Conteúdo

26 Setembro 2018 | 11h14

A Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês) anunciou nesta quarta-feira convites para as equipes da Argentina e da Grã-Bretanha participarem da fase final da edição de 2019 da remodelada Copa Davis.

Os dois países vão se unir a outras 16 equipes na etapa final do torneio de tênis, marcada para novembro de 2019. Esse grupo já incluía Croácia, França, Espanha e Estados Unidos, os semifinalistas da edição de 2018 da Davis.

Para os convites, pesaram o desempenho recente dos dois países, pois a Grã-Bretanha foi campeã em 2015 e a Argentina conquistou o seu primeiro título no ano seguinte. Os outros classificados serão determinados através de 12 confrontos eliminatórios que serão jogados em fevereiro de 2019 e que contarão com a participação do Brasil.

"Estamos muito contentes e agradecidos à ITF e ao Kosmos pela oportunidade. Não temos dúvidas de que a equipe vai aproveitá-la", destacou o presidente da Associação Argentina de Tênis, Agustín Calleri.

A fase final da próxima Copa Davis será jogada em uma única sede, se iniciando com as 18 equipes participantes divididas em seis grupos de três, sendo que o local de realização não foi revelado pela federação.

A transformação da Davis se dá após um acordo de 25 anos por US$ 3 bilhões (aproximadamente R$ 12 bilhões) firmado entre a ITF e o grupo investidor Kosmos e que tem intenção de resgatar a importância de um torneio que perdeu relevância recentemente.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.