Argentino é rival de Bellucci nas quartas do Brasil Open

O brasileiro Thomaz Bellucci, único representante do País que permanece vivo na chave de simples, conheceu nesta quinta-feira o seu adversário nas quartas de final do Brasil Open, disputado nas quadras de saibro de São Paulo. De folga após ter vencido o compatriota Ricardo Mello no dia anterior, o número 1 do Brasil e 38 do mundo viu o argentino Leonardo Mayer derrotar de virada o francês Jeremy Chardy por 2 sets a 1 - com parciais de 4/6, 7/5 e 6/2, após 2 horas e 33 minutos.

AE, Agência Estado

16 de fevereiro de 2012 | 23h13

O duelo entre Bellucci e o argentino, que ocupa a 80.ª colocação no ranking mundial da ATP, acontecerá nesta sexta. Será a quarta vez que os dois se enfrentarão pelo circuito profissional. O brasileiro leva vantagem por 2 a 1, mas a última partida entre eles teve a vitória de Mayer - 2 sets a 0 no Torneio de Nice, na França, em 2010.

Quem também venceu no sufoco nesta quinta foi Fernando Verdasco. Cabeça de chave número 3 e 26.º colocado do mundo, o tenista espanhol derrotou o compatriota Javier Marti por 2 sets a 1 - com parciais de 6/4, 6/7 (2/7) e 7/5. Seu próximo rival será o também espanhol Albert Ramos, que passou pelo russo Igor Andreev por 2 a 0 - parciais de 7/6 (7/4) e 7/6 (7/4).

Na chave de duplas, o Brasil teve vitórias nesta quinta. Já pelas quartas de final, o mineiro André Sá, junto com o eslovaco Michal Mertinak, ganhou da parceria formada pelo espanhol Daniel Gimeno-Traver e pelo italiano Filippo Volandri por 2 sets a 0 - com parciais de 6/2 e 6/1.

Depois, a dupla brasileira formada por Ricardo Mello e João Souza, o Feijão, estrearam com vitória sobre os espanhóis Pere Riba e David Marrero por 2 sets a 1 - com parciais de 6/7 (3/7), 7/5 e 11 a 9 no super tie break - e avançaram às quartas de final contra os italianos Daniele Bracciali e Potito Starace, cabeças de chave número 2. Quem ganhar esse confronto, enfrenta André Sá e Michal Mertinak na semifinal.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisBrasil OpenFernando Verdasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.