Mast Irham/EFE
Mast Irham/EFE

Argentino se destaca em ranking da ATP e sobe 3 postos; Top 10 não sofre mudanças

Título em Sydney faz Kvitova subir para 6º no ranking da WTA; Halep segue líder

Redação, Estadão Conteúdo

14 de janeiro de 2019 | 09h57

Um tenista argentino foi o maior destaque da atualização do ranking da ATP, divulgada nesta segunda-feira, data da estreia do Aberto da Austrália. Na última lista antes do primeiro Grand Slam da temporada, Diego Schwartzman foi quem teve o melhor desempenho entre os 20 primeiros colocados ao subir da 19.ª para a 16.ª colocação. No Top 10, nada de mudanças com o sérvio Novak Djokovic na ponta, seguido pelo espanhol Rafael Nadal e pelo suíço Roger Federer.

Com a semifinal do ATP 250 de Sydney, na Austrália, Schwartzman subiu para 1.925 pontos e trocou de posição com o russo Daniil Medvedev, que estava em 16.º lugar e caiu para 19.º mesmo sendo vice-campeão do ATP 250 de Brisbane, também em solo australiano. Entre os dois estão o canadense Milos Raonic, na 17.ª posição, e o italiano Marco Cecchinato, na 18.ª.

Entre os 100 primeiros colocados, quem mais subiu na atualização desta segunda-feira foi o britânico Cameron Norrie, que galgou 25 posições e atingiu o 68.º lugar. O norte-americano Tennys Sandgren foi outro que se destacou ao ganhar 22 colocações - da 63.ª para a 41.ª posição. No entanto, no mesmo dia os dois foram eliminados logo na primeira rodada do Aberto da Austrália.

Na liderança, Djokovic segue soberano com 9.135 pontos - bem à frente de Nadal, que tem 7.480. Somente os dois lutam pelo posto de número 1 do mundo neste primeiro Grand Slam da temporada. Federer, em terceiro lugar, soma 6.420 pontos e tem na sua cola o alemão Alexander Zverev, com 6.385. O quinto é o argentino Juan Martín del Potro, que não está disputando o torneio em Melbourne.

BRASIL

Entre os tenistas brasileiros, a campanha no qualifying do Aberto da Austrália pouco rendeu. Número 1 do País, o cearense Thiago Monteiro subiu uma posição, para 126.ª com 449 pontos, ao parar na terceira e última rodada. O paulista Rogério Dutra Silva, que perdeu na estreia, caiu duas - para o 136.º lugar. Também derrotados no primeiro jogo, Thomaz Bellucci (em 225.º) e Guilherme Clézar (234.º) ganharam uma colocação cada.

Confira o ranking da ATP:

1.º - Novak Djokovic (SER) - 9.135

2.º - Rafael Nadal (ESP) - 7.480

3.º - Roger Federer (SUI) - 6.420

4.º - Alexander Zverev (ALE) - 6.385

5.º - Juan Martín del Potro (ARG) - 5.150

6.º - Kevin Anderson (AFS) - 4.810

7.º - Marin Cilic (CRO) - 4.160

8.º - Dominic Thiem (AUT) - 4.095

9.º - Kei Nishikori (JAP) - 3.750

10.º - John Isner (EUA) - 3.155

11.º - Karen Khachanov (RUS) - 2.835

12.º - Borna Coric (CRO) - 2.435

13.º - Fabio Fognini (ITA) - 2.315

14.º - Kyle Edmund (ING) - 2.150

15.º - Stefanos Tsitsipas (GRE) - 2.095

16.º - Diego Schwartzman (ARG) - 1.925

17.º - Milos Raonic (CAN) - 1.900

18.º - Marco Cecchinato (ITA) - 1.889

19.º - Daniil Medvedev (RUS) - 1.865

20.º - Nikoloz Basilashvili (GEO) - 1.820

126.º - Thiago Monteiro (BRA) - 449

136.º - Rogério Dutra Silva (BRA) - 410

225.º - Thomaz Bellucci (BRA) - 222

234.º - Guilherme Clezar (BRA) - 214

Título em Sydney faz Kvitova subir para 6º no ranking da WTA; Halep segue líder

A checa Petra Kvitova recebeu nesta segunda-feira um incentivo a mais para a sua campanha no Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada, em Melbourne. Na atualização do ranking divulgada pela WTA, a tenista da República Checa subiu da oitava para a sexta posição depois de conquistar o título do Torneio de Sydney, também em solo australiano, na semana passada.

Com a conquista de sua 26.ª taça na carreira, Kvitova chegou a exatos cinco mil pontos e ultrapassou a ucraniana Elina Svitolina e a compatriota Karolina Pliskova no ranking da WTA. E está bem perto da norte-americana Sloane Stephens, em quinto com 5.077, e da japonesa Naomi Osaka, em quarto com 5.270.

A liderança segue com a romena Simona Halep, que tem 6.642 pontos e mais de mil de vantagem para a alemã Angelique Kerber (5.505). A terceira colocação é da dinamarquesa Caroline Wozniacki, que soma 5.436 pontos.

Entre as 20 primeiras colocadas, outra mudança aconteceu entre as 12.ª e 14.ª posições. A belga Elise Mertens, caiu dois lugares e agora está em 14.º, sendo ultrapassada pela letã Anastasija Sevastova e pela alemã Julia Görges.

Quem despencou no ranking foi a brasileira Beatriz Haddad Maia. Atual número 1 do País, ela caiu 19 posições e agora está em 195.º lugar, com 299 pontos. Carolina Meligeni Alves, sobrinha do ex-tenista Fernando Meligeni, perdeu uma colocação e está em 360.º.

Confira o ranking da WTA:

1.ª - Simona Halep (ROM) - 6.642 pontos

2.ª - Angelique Kerber (ALE) - 5.505

3.ª - Caroline Wozniacki (DIN) - 5.436

4.ª - Naomi Osaka (JAP) - 5.270

5.ª - Sloane Stephens (EUA) - 5.077

6.ª - Petra Kvitova (RCH) - 5.000

7.ª - Elina Svitolina (UCR) - 4.940

8.ª - Karolina Pliskova (RCH) - 4.750

9.ª - Kiki Bertens (HOL) - 4.490

10.ª - Daria Kasatkina (RUS) - 3.415

11.ª - Aryna Sabalenka (BIE) - 3.365

12.ª - Anastasija Sevastova (LET) - 3.160

13.ª - Julia Görges (ALE) - 3.055

14.ª - Elise Mertens (BEL) - 2.985

15.ª - Ashleigh Barty (AUS) - 2.985

16.ª - Serena Williams (EUA) - 2.976

17.ª - Madison Keys (EUA) - 2.976

18.ª - Garbiñe Muguruza (ESP) - 2.865

19.ª - Caroline Garcia (FRA) - 2.660

20.ª - Anett Kontaveit (EST) - 2.525

195.ª - Beatriz Haddad Maia (BRA) - 299

360.ª - Carolina Alves (BRA) - 104

447.ª - Paula Cristina Gonçalves (BRA) - 60

461.ª - Luisa Stefani (BRA) - 56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.