ADRIAN DENNIS/AFP
ADRIAN DENNIS/AFP

Às lágrimas, Serena Williams abandona Wimbledon na primeira rodada por lesão

Oitava melhor do mundo sai de quadra chorando com fortes dores na coxa direita em confronto com a bielorrussa Aliaksandra Sasnovich

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2021 | 18h18

Serena Williams, oitava do ranking  mundial e em busca do 24º título de Grand Slam para igualar o recorde de Margaret Court, desistiu nesta terça-feira do torneio de Wimbledon na primeira fase por causa de uma lesão na coxa direita. 

A americana, que fará 40 anos em setembro, jogou a toalha quando o jogo estava empatado em 3 a 3 no primeiro set contra a bielorrussa Aliaksandra Sasnovich (100ª do mundo), deixando a quadra aos prantos. 

Já com 3-2 para ela, a tenista saiu mancando da quadra e voltou com a coxa direita envolta em uma enorme bandagem. Ao se preparar para sacar, foi impedida pelas fortes dores. Vendo sua angústia, o público tentou encorajá-la, mas em vão. Williams jogou mais três pontos antes de se abandonar. 

Em sua longa carreira, Serena Williams havia desistido apenas uma vez no meio de uma partida de um torneio de Grand Slam, nas oitavas de final, contra Arantxa Sanchez em Wimbledon, em 1998. 

"Muito difícil para Serena Williams, mas a quadra central é extremamente escorregadia. É difícil se mover", tuitou o britânico Andy Murray, em apoio a americana./AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.