EFE/EPA/ANTHONY ANEX
EFE/EPA/ANTHONY ANEX

Ruud derrota Berrettini de virada e conquista o ATP 250 de Gstaad

Norueguês número 5 do mundo começa perdendo primeiro set, mas se recupera e vence final com parciais de 4/6, 7(7)/6(4) e 6/2

Redação, Estadão Conteúdo

24 de julho de 2022 | 11h23

O norueguês Casper Ruud venceu o ATP 250 de Gstaad, na Suíça, ao derrotar Matteo Berrettini por 2 sets a 1 neste domingo, parciais de 4/6, 7(7)/6(4) e 6/2. Ele faturou o título do torneio pelo segundo ano consecutivo. O triunfo, que aconteceu de virada, confirma o bom momento do tenista. Na semifinal, ele havia derrotado com facilidade o espanhol Albert Ramos-Viñolas. Número 5 do mundo, o Ruud conquistou seu nono título no circuito, sendo o oitavo em quadras de saibro. Neste ano, ele já tinha levantado a taça nos torneios de Buenos Aires e Genebra.

A Suíça, aliás, vem se tornando lugar comum para Ruud no que diz respeito a conquista de torneios. O norueguês, de 23 anos, nunca foi batido em Genebra e nem Gstaad. "A torcida me ajudou muito. É um país com muita história no tênis." Bem humorado, ele ainda brincou destacando semelhanças entre seu país natal e a Suíça. "A Suíça me lembra um pouco a Noruega, exceto que eles pagam menos impostos."

Credenciado pelo vice-campeonato de Wimbledon no ano passado, Berretini começou bem a partida, imprimiu um ritmo forte. Ele quebrou o serviço do rival no quinto game e venceu o primeiro set. Ruud, no entanto, se recuperou na decisão e passou a fazer um jogo com mais volume na troca de golpes. A partida foi para o tie-break Ruud teve mais equilíbrio emocional e empatou a partida forçando o terceiro set.

Na parcial decisiva, o atual campeão sóperdeu três pontos em seus ganes de serviço. O italiano até tentou responder, mas não evidou que Ruud conseguisse duas quebras para definir a vitória por 2 sets a 1 e o título do torneio suíço

Tudo o que sabemos sobre:
tênisCasper RuudMatteo Berrettini

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.