ATP admite erro no doping de Ulihrach

Preparadores da Associação de Tenistas Profissionais (ATP) podem ter, involuntariamente, fornecido aos jogadores, durante os torneios, repositores energéticos contaminados com a substância proibida nandrolona. Em comunicado divulgado nesta quarta-feira, a ATP admite responsabilidade em casos como o do checo Bohdan Ulihrach, suspenso em maio por dois anos por antidoping positivo para nandrolona ? a amostra foi colhida em outubro de 2002, em Moscou. A suspensão já foi revogada e ele terá de volta os US$ 43.770 que pagou de multa e os cem pontos que perdeu no ranking.

Agencia Estado,

09 de julho de 2003 | 18h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.