ATP muda sistema do Grand Slam

O diretor-executivo da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), Mark Miles, confirmou nesta segunda-feira, em Paris, que os torneios do Grand Slam (Aberto da Austrália, Roland Garros, Wimbledon e US Open) terão 32 cabeças-de-chave para a competição masculina e feminina, como novo sistema de pré-classificação. Anteriormente, os torneios de Grand Slam contavam com apenas 16. Com exceção de Wimbledon, as outras três competições escolherão como critério os 32 primeiros colocados no ranking mundial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.