ATP quer prêmios maiores no Grand Slam

A briga dos dirigentes do Grand Slam - Australian Open, Roland Garros, Wimbledon e US Open - com a ATP está cada vez mais intensa e perigosa. A associação dos jogadores vem exigindo prêmios maiores do Grand Slam, uma participação maior nos lucros destes torneios, mas o Comitê do Grand Slam reage com ameaças e a possibilidade de um calendário que pode ameaçar o poder da ATP. Depois de confrontos ásperos, em Londres, o Grand Slam e a ATP prometem novas reuniões no US Open.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.