Ed Sykes/Reuters
Ed Sykes/Reuters

Atual campeã, Muguruza é eliminada e Wimbledon tem mais uma 'zebra'

Atual campeã, a espanhola foi surpreendida na segunda rodada pela belga Alison van Uytvanck ao levar uma dura virada

Estadao Conteudo

05 Julho 2018 | 17h54

O Torneio de Wimbledon viu mais uma "zebra" passar por seus gramados nesta quinta-feira. Atual campeã, a espanhola Garbiñe Muguruza foi surpreendida na segunda rodada pela belga Alison van Uytvanck ao levar uma dura virada. A tenista número 47 do ranking venceu a 3ª do mundo por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 6/2 e 6/1.

+ Demoliner vence em estreia nas duplas em Wimbledon; Soares tem jogo adiado

+ Halep sofre no início, mas consegue 'pneu' no 2º set e avança em Wimbledon

+ Nadal e Djokovic avançam à terceira rodada em Wimbledon

Trata-se do pior resultado de uma campeã do ano anterior desde que a alemã Steffi Graf caiu na estreia em 1994, vindo de título no All England Club, em 1993. Semifinalista em Roland Garros, no mês passado, Muguruza fez uma preparação aquém do esperado na grama, com uma queda na segunda rodada em Birmingham, único torneio que disputou sobre este piso.

Com o resultado desta quinta, Muguruza aumenta a lista de decepções desta edição de Wimbledon. Antes dela, foram eliminadas a dinamarquesa Caroline Wozniacki (atual número dois do mundo), a ucraniana Elina Svitolina (5ª), a norte-americana Sloane Stephens (4ª), a francesa Caroline Garcia (6ª) a checa Petra Kvitova (8ª e dona de dois troféus em Wimbledon), além da russa Maria Sharapova, ex-número 1 do mundo e dona de um título na grama londrina.

Após quatro dias de disputas no Grand Slam britânico, restaram na competição somente quatro tenistas do Top 10 do ranking. Os resultados já garantiram a permanência da romena Simona Halep no topo - Wozniacki era quem tinha a maior chance de desbancá-la na lista da WTA.

Irregular na grama neste ano, Muguruza sofreu sete quebras de saque na partida, em 11 oportunidades cedidas. Van Uytvanck levou quatro e exibiu maior agressividade. Foram 29 bolas vencedoras, contra 18 da espanhola. E 22 erros não forçados, contra 23 da favorita.

O triunfo marca a que já é a melhor campanha da belga em Wimbledon. Ela nunca havia passado da segunda rodada anteriormente. Agora vai enfrentar a estoniana Anett Kontaveit, 28ª cabeça de chave, que avançou na chave ao superar a norte-americana Jennifer Brady por 6/2 e 7/6 (7/4).

Em outros resultados do dia, a letã Jelena Ostapenko, campeã de Roland Garros no ano passado, bateu a belga Kirsten Flipkens por 6/1 e 6/3. Sua próxima adversária será a russa Vitalia Diatchenko, algoz de Sharapova, que derrotou a norte-americana Sofia Kenin por 6/4 e 6/1.

Já a bielo-russa Aliaksandra Sasnovich venceu a americana Taylor Townsend por 6/0 e 6/4. Na sequência, ela vai duelar com a australiana Daria Gavrilova.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Garbiñe Muguruza tênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.