Sander Koning / ANP / AFP
Sander Koning / ANP / AFP

Auger-Aliassime vence Tsitsipas em Roterdã e desencanta ao vencer 1ª ATP da carreira

Canadense de 21 anos joga bem e derrota adversário grego por 2 sets a 0 na Holanda

Redação, Estadão Conteúdo

13 de fevereiro de 2022 | 15h27

Félix Auger-Aliassime enfim conquistou o seu primeiro ATP. Após ser derrotado em oito finais, o canadense, de apenas 21 anos, levou a melhor sobre o grego Stefanos Tsitsipas por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2, e conquistou o tão sonhado título do ATP 500 de Roterdã, na Holanda.

"Não tem sido o caminho mais suave desde a minha primeira final há três anos", disse Auger-Aliassime após a vitória. "É um dia incrível para mim, conquistar meu primeiro título, especialmente aqui. Joguei meu primeiro torneio principal de ATP aqui há alguns anos, então soou certo que eu tenha vencido meu primeiro título aqui.", completou.

Além de ser campeão do torneio holandês, o mesmo em que foi vice em 2020, Aliassime quebrou uma sequência negativa de cinco derrotas consecutivas diante de Tsitsipas, quarto colocado do ranking. A última vitória do canadense foi em 2019, em Londres.

Aliassime comandou o duelo do início ao fim. Ele quebrou o primeiro game logo de cara e aproveitou os erros do rival para fazer 6/4.

No segundo set, Aliassime abriu 2/0. O grego esboçou uma reação, mas não suportou o ataque do adversário que fez 5/1 e só administrou a vantagem para fechar o jogo em 6/2. O canadense ainda marcou sete aces, 20 winners, contra apenas sete do grego, e cometeu oito erros não forçados.

Kontaveit vence

Em jogo que durou cerca de 3h, Anett Kontaveit, número 9 do mundo, conquistou o WTA 500 de São Petersburgo ao vencer de virada Maria Sakkari, sétima do ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 7/6 (7-4) e 7/5.

Aos 26 anos, Kontaveit chegou a estar atrás no terceiro set por 5/2, mas conseguiu vencer cinco games consecutivos para seguir com saldo positivo diante da grega. Foi a sétima vitória em 13 jogos diante de Maria Sakkari.

Este foi o sexto título da WTA, o quarto seguido em quadras cobertas, da estoniana. No total, são 20 vitórias seguidas nesse tipo de quadra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.