Kimimasa Mayama/EFE
Kimimasa Mayama/EFE

Azarenka e Sharapova dão adeus ao Torneio de Tóquio

Enquanto Azarenka desistiu do torneio por problemas de saúde, Sharapova foi derrotada nas quartas de final

AE-AP, Agência Estado

27 de setembro de 2012 | 08h45

TÓQUIO - As quartas de final do Torneio de Tóquio marcaram, nesta quinta-feira, as eliminações da bielo-russa Victoria Azarenka e da russa Maria Sharapova, respectivas líder e vice-líder do ranking mundial do tênis feminino. A primeira delas acabou desistindo de encarar a alemã Angelique Kerber, alegando estar com a saúde debilitada, enquanto a segunda cabeça de chave da competição foi derrotada pela australiana Samantha Stosur por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/6 (12/10).

Azarenka revelou nesta quinta que sentiu tonturas durante a vitória sobre a italiana Roberta Vinci, na última quarta, pelas oitavas de final do torneio japonês, e admitiu que vinha sendo atrapalhado por problemas de saúde desde a sua chegada a Tóquio.

Esse foi o primeiro torneio disputado por Azarenka desde quando foi derrotada pela norte-americana Serena Williams na final do US Open, no último dia 9, em Nova York. E, ao nem precisar atuar para seguir em frente em Tóquio, Kerber irá encarar na semifinal a polonesa Agnieszka Radwanska, terceira cabeça de chave, que nesta quinta superou a dinamarquesa Caroline Wozniacki por 2 sets a 0, com 6/4 e 6/3.

Atual terceira colocada do ranking mundial, Radwanska obteve a sua terceira vitória em oito confrontos com Wozniacki, que neste ano já havia sido batida pela polonesa no Torneio de Sydney. Antes disso, a ex-líder do ranking mundial e hoje 11.ª da WTA acumulou cinco triunfos seguidos sobre a adversária no circuito profissional.

Já a outra semifinal do Torneio de Tóquio irá contar com Stosur e a russa Nadia Petrova, que nesta quinta passou pela italiana Sara Errani, sexta cabeça de chave, com uma vitória por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 3/6, 7/5 e 6/3.

E, se Azarenka nem conseguiu entrar em quadra para defender o seu favoritismo, Sharapova amargou nesta quinta apenas a sua segunda derrota em 11 partidas contra Stosur. O seu único revés até este último havia acontecido no Masters da WTA do ano passado, depois de nove vitórias seguidas sobre a australiana, também superada pela russa no Torneio de Stuttgart deste ano.

Para desbancar o favoritismo de Sharapova nesta quinta, Stosur aproveitou quatro de cinco chances de quebrar o saque da vice-líder do ranking mundial, que só converteu três de oito break points. O equilíbrio prevaleceu durante todo o duelo, que durou 1h53min, e a australiana acabou triunfando pela sua maior eficiência nos momentos decisivos.

Já na partida entre Radwanska e Wozniacki, a polonesa acabou vencendo em sets diretos ao aproveitar cinco de dez oportunidades de ganhar games no serviço da adversária, que converteu apenas dois de sete break points em todo o confronto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.