Anders Wiklund|AP
Anders Wiklund|AP

Baghdatis abandona e Berdych decide na Suécia com americano

Checo faz 6/1 no primeiro set e vê cipriota desistir por contusão

Agência Estado, Estadão Conteúdo

24 de outubro de 2015 | 15h52

Em busca do bicampeonato em Estocolmo, o checo Tomas Berdych teve pouco trabalho para garantir vaga na decisão deste ano na competição sueca. O número cinco do mundo só precisou disputar um set contra o cipriota Marcos Baghdatis, que alegou lesão muscular para desistir antes de começar a segunda parcial. O checo vencera o set inicial por 6/1.

O adversário de Berdych na final será o norte-americano Jack Sock, que voltou a surpreender neste sábado ao eliminar outro experiente rival, o francês Richard Gasquet. O segundo cabeça de chave foi derrotado em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/2. Sock já havia despachado o espanhol Fernando Verdasco e o francês Gilles Simon.

Enquanto Berdych tentará o 12º título da carreira (e o segundo da temporada), Sock vai disputar apenas a sua segunda final no circuito profissional. Na primeira, neste ano, ele venceu em Houston, nos Estados Unidos.

Berdych e Sock vão se enfrentar pela segunda vez neste domingo. No primeiro duelo, disputado na semana passada, o checo derrotou o norte-americano por um apertado placar de 2 sets a 1 no Masters 1000 de Xangai.

ÁUSTRIA - No ATP 500 de Viena, o espanhol David Ferrer confirmou o favoritismo sobre o francês Gael Monfils e avançou à final. Após bater o adversário por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5) e 7/5, o cabeça de chave número 1 da competição austríaca vai enfrentar o norte-americano Steve Johnson. Ele derrotou neste sábado o letão Ernests Gulbis por 6/3 e 7/6 (7/4).

Será o primeiro confronto entre Ferrer, de 33 anos, e Johnson, de 25, no circuito profissional. O espanhol mira o 26º título da carreira, e o quinto do ano. O norte-americano, que se profissionalizou somente em 2012, disputará sua primeira final de nível ATP.

RÚSSIA

Em Moscou, a final não terá surpresas. O ATP 250 disputado na capital russa terá os dois primeiros cabeças de chave decidindo o título. Por coincidência, serão os mesmos finalistas do ano passado: o croata Marin Cilic e o espanhol Roberto Bautista. Para tanto, Cilic precisou vencer o local Evgeny Donskoy por 6/3 e 6/1 e Bautista teve que eliminar o alemão Philipp Kohlschreiber por duplo 6/4.

A final de 2014 em Moscou foi o único confronto entre os dois tenistas no circuito. E Cilic levou a melhor. Além de buscar o bicampeonato, o croata tenta conquistar seu primeiro título na temporada, e o 14º na carreira. O tenista da Espanha quer o terceiro troféu da carreira, e também seu primeiro de 2015.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.