Toby Melville/Reuters
Toby Melville/Reuters

Bartoli vence Lisicki e conquista título de Wimbledon

Francesa não perdeu sets durante sua campanha no All England Club

AE, Agência Estado

06 de julho de 2013 | 11h53

LONDRES - A francesa Marion Bartoli conquistou neste domingo o título da chave feminina de Wimbledon, que nesta edição ficou marcada pela queda precoce das favoritas. Na decisão do terceiro Grand Slam da temporada, disputado em quadras de grama em Londres, a número 15 do mundo derrotou a alemã Sabine Lisicki, 24ª colocada no ranking da WTA, por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/4, em 1 hora e 21 minutos.

Na sua vitoriosa campanha, a francesa não perdeu sets nos sete jogos que disputou, diante de Elina Svitolina, Christina McHale, Camila Giorgi, Karin Knapp, Sloane Stephens e Kirsten Flipkens, além da decisão diante de Lisicki.

Neste sábado, Bartoli se recuperou de uma quebra de serviço logo na primeira parcial da partida para vencer o set inicial rapidamente. A francesa perdeu o seu saque ao cometer duas duplas-faltas, mas depois reagiu diante de Lisicki. A cabeça de chave número 15 venceu seis games consecutivos e triunfou na parcial em 6/1.

No segundo set, Bartoli voltou a se aproveitar da oscilação de Lisicki. A francesa abriu 5/1 com facilidade ao obter quebras de serviço no terceiro e quinto games. Bartoli teve três match points no sétimo game, mas desperdiçou todos. Depois, ainda perdeu o seu saque e deu uma sobrevida para Lisicki, que diminuiu a sua vantagem para 5/4.

No décimo game, porém, Bartoli foi soberana e fechou a parcial em 6/4 e o jogo em 2 sets a 0 para garantir o título de Wimbledon. Assim, repetiu a conquista da compatriota Amelie Mauresmo, última francesa a ser campeã do Grand Slam londrino, em 2006.

Esta foi a segunda final de Wimbledon disputada por Bartoli, que em 2007 foi derrotada pela norte-americana Venus Williams por 2 sets a 0. Dessa vez, porém, a francesa dominou completamente a decisão diante de um tensa Lisiki, que cometeu muitos erros, e conquistou o oitavo título da sua carreira, sendo este o mais importante deles.

Agora, na atualização de segunda-feira do ranking da WTA, Bartoli deve figurar no Top 10. Já Lisicki, que surpreendeu nesta edição de Wimbledon ao eliminar a norte-americana Serena Williams e a polonesa Agnieszka Radwanska, deverá figurar entre 20 melhores tenistas do mundo.

Apesar do título, Bartoli segue em desvantagem no confronto direto com Lisicki, agora de 3 a 2. No principal deles, porém, a francesa se deu melhor, se aproveitando do nervosismo da adversária para se sagrar campeã de Wimbledon.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.