Greg Wood / AFP
Greg Wood / AFP

Barty e outras favoritas são eliminadas nas quartas de final em Charleston

Nenhuma das quatro semifinalistas foi campeã de torneios nível WTA antes na carreira

Redação, Estadão Conteúdo

10 de abril de 2021 | 00h20

O dia foi de derrotas e surpresas para as favoritas e tenistas mais experientes do Torneio de Charleston, nos Estados Unidos. A começar pela australiana Ashleigh Barty. A número 1 do mundo, que vinha de oito vitórias consecutivas, incluindo o título em Miami, foi superada pela espanhola Paula Badosa, nas quartas de final.

Atual número 71 do mundo, a tenista da Espanha precisou de apenas dois sets para eliminar a líder do ranking, pelo placar de 6/4 e 6/3. Barty já havia mostrado irregularidade em sua partida anterior. No saibro verde de Charleston, a australiana encerrava um jejum de quase dois anos sem jogar na terra batida - não competia na superfície desde o título de Roland Garros em 2019.

Na semifinal, Badosa vai enfrentar a russa Veronika Kudermetova, 15ª cabeça de chave. Ela avançou ao superar a experiente americana Sloane Stephens, ex-número três do mundo, por 6/3 e 6/4.

A outra semifinal terá a montenegrina Danka Kovinic e a tunisiana Ons Jabeur, 12ª cabeça de chave. Kovinic ganhou da casaque Yulia Putintseva (11ª) por 6/7 (2/7), 7/5 e 6/1. E Jabeur despachou a jovem local CoCo Gauff (14ª) por duplo 6/3.

Nenhuma das quatro semifinalistas em Charleston levantou troféus de nível WTA na carreira. Assim, a futura campeã, no domingo, vai faturar um título no circuito da WTA pela primeira vez.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisAshleigh BartySloane Stephens

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.