Erika Santelices/AFP Photo
Erika Santelices/AFP Photo

Batido no 2º jogo em Roland Garros, Demoliner abre temporada de grama com vitória

Brasileiro estreia em Stuttgart ao lado de um dos algozes no grand slam de Paris

Estadão Conteúdo

11 Junho 2018 | 10h54

Eliminado na segunda rodada da chave masculina de duplas de Roland Garros, Grand Slam realizado em Paris no qual formou parceria com o mexicano Santiago González, o brasileiro Marcelo Demoliner abriu com vitória a sua temporada de grama, nesta segunda-feira, no Torneio de Stuttgart.

+ Nadal sustenta liderança do ranking e Del Potro sobe para o 4º lugar

+ Halep mantém ponta e Stephens é a nova 4ª do ranking; Bia deixa Top 100

Desta vez atuando ao lado do espanhol Feliciano López, o tenista justificou a condição de quarto cabeça de chave da competição de duplas do ATP 250 alemão ao superar o local Philipp Kohlschreiber e o canadense Daniel Nestor por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, em apenas 53 minutos.

Com o triunfo, Demoliner e López avançaram às quartas de final da competição preparatória para Wimbledon, Grand Slam que começa no dia 2 de julho, em Londres. Os seus próximos adversários serão os ganhadores da partida entre a dupla indiana formada por Sriram Balaji e Vishnu Vardhan e a parceria dos alemães Philipp Petzschner e Tim Puetz, programada para acontecer nesta terça-feira.

 

No duelo desta segunda-feira, o brasileiro e o espanhol foram dominantes diante de Kohlschreiber e Nestor. Além de confirmarem todos os seus saques sem oferecerem chances de quebra de serviço, eles converteram dois dos três break points cedidos pelos seus adversários para encaminhar a vitória de maneira rápida.

Curiosamente, Demoliner estreou de maneira positiva em Stuttgart atuando ao lado de um dos tenistas responsáveis pela sua eliminação em Roland Garros, há menos de duas semanas. Ele e Santiago González foram superados por Feliciano López e pelo também espanhol Marc López por 2 sets a 0, com 6/3 e 6/4, na segunda fase do torneio de duplas do Grand Slam francês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.