Nathan G/Efe
Nathan G/Efe

Bellucci abandona, Mello perde e Índia vence Brasil na Davis

Após largar na frente, abrindo 2 a 0, equipe brasileira toma virada e é eliminada

AE, Agência Estado

19 de setembro de 2010 | 08h53

CHENNAI - O Brasil perdeu neste domingo, em Chennai, sua mais incrível oportunidade de retornar ao Grupo Mundial da Copa Davis após sete anos de ausência. Uma simples vitória colocaria a equipe de volta na elite do tênis, mas Thomaz Bellucci abandonou no segundo set contra Somdev Devvarman, Ricardo Mello foi derrotado por Rohan Bopanna e a Índia virou o confronto para 3 a 2, eliminando os brasileiros na repescagem.

Veja também:

linkCapitão se diz surpreso com derrota brasileira na Davis

Na sexta-feira, Bellucci e Mello ganharam seus jogos de simples e deixaram o Brasil bem próximo da vaga. Depois, Marcelo Melo e Bruno Soares perderam nas duplas para Leander Paes e Mahesh Bhupathi, no sábado, um resultado considerado esperado diante da experiência dos jogadores indianos. Mas a grande surpresa veio neste domingo, quando os brasileiros sucumbiram contra tenista piores colocados no ranking.

A principal esperança brasileira era Bellucci, 27.º do ranking, que havia vencido o primeiro jogo contra Bopanna após batalha de quase 4h30. E jogando diante de Somdev Devvarman, 113.º do ranking, ele até foi combativo no primeiro set, quando perdeu por 7/6 (7/3). Mas na sequência, não suportou o calor de Chennai, alegou desidratação e desistiu quando perdia o segundo set por 4/0, com menos de 1h30 de jogo.

Com o abandono, a decisão ficou entre Mello, 75.º, e Bopanna, experiente jogador de duplas que ocupa apenas o 479.º posto nas simples. Apoiado pela torcida, o indiano minimizou o favoritismo do brasileiro e foi mais agressivo durante toda a partida. Venceu por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 7/6 (7/2) e 6/3, e colocou a Índia no Grupo Mundial.

Apesar de levar o segundo set para o tie-break, Mello teve atuação apática e pouco ameaçou. Bopanna terminou, por exemplo, com 52 winners, exatamente o dobro do brasileiro. Também terminou com 16 aces - contra apenas cinco do adversário - e não foi quebrado uma única vez.

Novamente eliminado na repescagem, o Brasil volta a disputar o Zonal Americano da Copa Davis no próximo ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.