Marcelo Ruschel/Poa Press/Divulgação
Marcelo Ruschel/Poa Press/Divulgação

Bellucci aponta 'paciência' como trunfo diante da Rússia em jogo da Davis

Tenista brasileiro aposta em variações de jogadas para triunfar sobre Igor Andreev na estreia

AE, Agência Estado

15 de setembro de 2011 | 15h26

Thomaz Bellucci foi escalado pelo capitão João Zwetsch para fazer o segundo jogo do Brasil contra a Rússia, pela repescagem da Copa do Davis, em Kazan (RUS), nesta sexta-feira. O tenista número 1 do País irá encarar Igor Andreev e aponta a paciência como principal virtude que precisará exibir para superar o seu rival, que será o número 2 da equipe russa nos jogos de simples contra os brasileiros.

"Vou ter que variar as jogadas para não deixar o Andreev confortável no fundo de quadra", disse Bellucci, para depois enfatizar: "Tenho que ter paciência para esperar pela bola certa para definir o ponto, seja de fundo ou na rede".

Apesar do favoritismo dos russos, que jogarão em casa e escolheram o piso duro e rápido para abrigar o confronto, o brasileiro mostrou confiança nesta quinta ao comentar as chances de o País triunfar e retornar à elite da Davis. "A quadra não está muito rápida, está até mais lenta do que esperávamos e acho que essa condição nos favorece. A infraestrutura do complexo de quadras aqui é incrível", completou, após realizar alguns treinos em Kazan.

E, na única vez que encarou Andreev no circuito profissional, Bellucci venceu por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/5, no ATP de Gstaad de 2009.

Antes de o número 1 do Brasil entrar em quadra, Ricardo Mello abrirá o confronto com a Rússia, em jogo marcado para começar às 8 horas (de Brasília) desta sexta. Ele irá encarar Mikhail Youhzny, principal jogador do país adversário. Será um duelo inédito contra o rival, e o brasileiro também mostrou um discurso confiante.

"O Youhzny é um jogador duro, bastante experiente em Copa Davis. Mas me adaptei bem às condições (da quadra) e espero fazer um bom jogo amanhã (sexta)", disse Mello, que admitiu surpresa com fato de o capitão da Rússia ter descartado Dmitry Tursunov, 41.º colocado do ranking mundial, e escalado Andreev, o atual 81.º, para enfrentar Bellucci nesta sexta e o próprio Mello no domingo. Tursunov acabou escalado apenas para o jogo de duplas, que será no sábado. "Surpreendeu um pouco, mas nós sabemos que no time deles todos podem jogar simples e duplas", ressaltou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.