Bellucci cai pela 3ª vez na estreia e será ultrapassado por Feijão

Bellucci cai pela 3ª vez na estreia e será ultrapassado por Feijão

Tenista foi eliminado na primeira rodada em Buenos Aires e vai perder a condição de brasileiro melhor colocado no ranking mundial

Estadão Conteúdo

23 de fevereiro de 2015 | 17h37

Depois de ser eliminado por Rafael Nadal na primeira rodada do Rio Open, Thomaz Bellucci voltou a cair em uma estreia, nesta segunda-feira, no Torneio de Buenos Aires. O tenista foi derrotado pelo italiano Paolo Lorenzi, que venceu por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 6/7 (5/7) e 6/1, em seu primeiro jogo no ATP 250 argentino realizado em quadras de saibro.

Com a derrota, Bellucci será ultrapassado por João Souza, o Feijão, que se tornará o novo tenista número 1 do Brasil. O revés em Buenos Aires fará o atual líder do ranking nacional ter descontados 90 pontos referentes ao avanço à semifinal do Brasil Open de 2014, pois a ATP leva em conta a disputa do evento que foi realizado na mesma semana em relação a esta no ano passado.

Hoje Bellucci ocupa o 71.º lugar do ranking, enquanto Feijão subiu para a 77.ª posição após ter avançado às quartas de final do Rio Open, na semana passada, e está apenas 25 pontos atrás do seu compatriota na listagem da ATP.

E esse foi a terceira eliminação seguida de Bellucci em uma estreia, pois antes do Rio Open também havia caído na primeira rodada do Brasil Open, em São Paulo. De quebra, ele também deverá enfrentar a Argentina, entre os dias 6 e 8 de março, pela Copa Davis, como número 2 do País, enquanto Feijão será o novo líder do time nacional dentro de quadra.

Esse jogo desta segunda-feira diante de Lorenzi durou duas horas e 39 minutos e marcou a segunda derrota em dois confrontos com o italiano no circuito principal da ATP. Em 2011, Bellucci já havia perdido para o rival no Masters 1000 de Roma. Em seguida, em 2013, o brasileiro levou a melhor sobre o rival no Challenger de Bogotá, um evento do segundo escalão no tênis masculino.

Neste novo embate, Bellucci desperdiçou quatro chances de quebrar o saque de Lorenzi no primeiro set, enquanto o italiano converteu o único break point cedido pelo brasileiro na parcial para fazer 6/4.

Já na segunda parcial, cada tenista conquistou uma quebra de serviço e assim eles forçaram a disputa do tie-break, no qual o brasileiro foi um pouco melhor para fazer 7/5. No terceiro set, entretanto, Lorenzi confirmou todos os seus serviços, conseguiu duas novas quebras e aplicou o 6/1 que liquidou a partida.

Em outro já jogo disputado nesta segunda-feira em Buenos Aires, o brasileiro Thiago Monteiro, atual 464.º do ranking mundial, ficou próximo de garantir vaga pela primeira vez em uma chave principal de um torneio da ATP. Porém, acabou superado por Facundo Bagnis na rodada final do qualifying da competição. Cabeça de chave número 1 do torneio qualificatório e atual 128.º tenista do mundo, o argentino venceu por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 5/7 e 6/2, após duas horas e 31 minutos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.