Bellucci dá azar e pega Nadal na estreia de Wimbledon

O brasileiro Thomaz Bellucci não deu sorte no sorteio da chave masculina de Wimbledon, realizado nesta sexta-feira, e enfrentará logo na estreia o atual número 2 do ranking mundial: Rafael Nadal. O espanhol chegou à decisão nas últimas cinco edições do Grand Slam inglês - venceu em 2008 e 2010 - e é um dos favoritos para o torneio, que começa na próxima segunda-feira.

AE, Agência Estado

22 de junho de 2012 | 08h57

Além de levar desvantagem teórica, Bellucci, 78.º do mundo, também não tem o retrospecto a seu favor. Este será seu terceiro confronto diante de Nadal, sendo que o espanhol venceu os dois jogos já disputados: ambos por 3 sets a 0, em Roland Garros, nos anos de 2008 e 2010.

Como caiu muito no ranking da ATP nos últimos meses, Bellucci não inicia o torneio como um dos 32 cabeças de chave. Em 2011, ele caiu logo na estreia em Wimbledon, diante de Rainer Schuettler, e não terá pontos a defender na atual edição. A melhor campanha do brasileiro no Grand Slam inglês foi em 2010, quando perdeu na terceira rodada para o sueco Robin Soderling.

Único brasileiro da chave de simples, Bellucci chegou a ser número 21 do ranking, em julho de 2010, mas vem caindo muito de produção nos últimos meses e corre grande risco, inclusive, de ficar de fora dos Jogos Olímpicos de Londres. Sua última partida foi há pouco menos de um mês, quando perdeu para Viktor Troicki na estreia de Roland Garros.

Caso confirme o favoritismo e avance diante de Bellucci, Nadal pode ter pelo caminho o alemão Tommy Haas, que conquistou recentemente o título em Halle, na terceira rodada. Em seu caminho até uma possível decisão, o espanhol pode ter ainda pela frente Jo-Wilfried Tsonga, nas quartas de final, e Andy Murray, atual número 4 do ranking, nas semifinais. Tenista da casa, o britânico Murray estreará diante do russo Nikolay Davydenko.

Do outro lado da chave, o cabeça de chave número 1 de Wimbledon, Novak Djokovic, estreia diante do espanhol Juan Carlos Ferrero. O sérvio não deve ter grandes dificuldades para chegar até as quartas de final, na qual faria um possível confronto diante do checo Tomas Berdych.

Se passar por Berdych, Djokovic pode enfrentar o suíço Roger Federer na semifinal. Número 3 do mundo, o tenista é o maior vencedor de Wimbledon entre os atletas em atividade, com seis conquistas, e estreará na edição deste ano diante do espanhol Albert Ramos. Ele também não deve ter grandes problemas no caminho até as quartas, na qual pode enfrentar o sérvio Janko Tipsarevic.

DUPLAS - Thomaz Bellucci disputará também o torneio de duplas em Wimbledon, ao lado do australiano Carsten Ball, e estreará diante de Daniele Bracciali, da Itália, e Julian Knowle, da Áustria. Na terceira rodada, Bellucci e Ball podem enfrentar uma dupla formada apenas por brasileiros: André Sá e Bruno Soares, que jogam a primeira partida contra Julien Benneteau e Nicolas Mahut, da França. Do mesmo lado da chave, Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig, cabeças de chave número 15, estreiam contra os australianos Ashley Fisher e Jordan Kerr.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.