Claudio Reyes/Efe - 08/02/2010
Claudio Reyes/Efe - 08/02/2010

Bellucci derrota argentino e é campeão em Santiago

O brasileiro Thomaz Bellucci conquistou, neste domingo, o seu segundo título de nível ATP. Com alguns momentos de instabilidade, principalmente no segundo set, mas também com várias bolas vencedoras, o tenista paulista, de 22 anos, derrotou o argentino Juan Monaco (29.º do mundo) por 2 sets a 1 - com parciais de 6/2, 0/6 e 6/4, em pouco mais de duas horas de partida.

AE, Agencia Estado

08 de fevereiro de 2010 | 01h46

Atual número 35 do ranking mundial, Bellucci deverá aparecer, na lista a ser atualizada nesta segunda-feira, na 27.ª ou 28.ª colocação, que será a sua melhor da carreira. Antes, no início de janeiro deste ano, chegou a ser o 34.º colocado. Sua posição lhe dará a quarta melhor marca de um brasileiro na história - atrás apenas de Gustavo Kuerten (1.º), Thomas Koch (24.º) e Fernando Meligeni (25.º).

O título em Santiago, terra de Fernando González - número 11 do mundo e a quem Bellucci ganhou de virada na semifinal, no sábado -, é o segundo da carreira do brasileiro. No ano passado, em sua primeira temporada disputando torneios de nível ATP, o paulista foi campeão em Gstaad, na Suíça, e vice no Brasil Open, na Costa do Sauipe, torneio em que jogará nesta semana.

"Tive uma semana incrível. Joguei o meu melhor tênis aqui. O Monaco jogou muito bem o segundo set, mas consegui aproveitar as chances no terceiro", afirmou o brasileiro, logo após levantar o troféu e receber um cheque de US$ 68.450,00 (quase R$ 130 mil). "Agradeço a todos pelo título. Ao meu técnico (João Zwetsch) e a todos os brasileiros que aqui estiveram torcendo por mim".

O JOGO - No primeiro set, Bellucci mostrou um jogo muito consistente de fundo de quadra, com golpes potentes e variados e fazendo Monaco correr bastante. Assim, o brasileiro conseguiu logo de cara duas quebras de serviço e abriu 4 a 0. O argentino tentou reagir, obteve uma quebra e diminuiu o prejuízo para 4 a 2. No entanto, Bellucci não se sentiu pressionado, quebrou mais uma vez o saque do rival e fechou em 6/2.

Na segunda parcial, o brasileiro parece que sumiu do jogo. Com muita facilidade, Monaco foi ganhando game a game, obteve três quebras de saque de Bellucci e empatou a partida com um "pneu" - 6/0.

No terceiro set, o paulista se reencontrou em quadra, não sentiu qualquer tipo de pressão e equilibrou a partida. Com uma quebra no quinto game, Bellucci se manteve constante em seu saque e conquistou a vitória, por 6/4, num erro de Monaco.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisThomaz BellucciJuan Monaco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.