Sebastião Moreira/EFE
Sebastião Moreira/EFE

Bellucci desiste de duelo e Croácia triunfa sobre o Brasil na Davis

Tenista sentiu as costas e pediu atendimento médico

Fábio Bispo, O Estado de S. Paulo

20 de setembro de 2015 | 15h09

Número 1 do Brasil, Thomaz Bellucci até que tentou, mas depois de perder dois sets e vencer um, ele desistiu do duelo contra Borna Coric, 33º do mundo, neste domingo, e o Brasil acabou eliminado na repescagem da Copa Davis em Florianópolis. A partida foi encerrada no quarto set, quando o brasileiro sentiu dores nas costas e pediu atendimento médico. Não voltou mais.

Depois das parciais 6/2, 4/6, 7/6 (7/4) e 4/0, Bellucci perdeu a chance de continuar competitivo no terceiro set e vinha sendo liquidado por quatro games a zero no quarto set. Por decisão do time croata, não haverá o quinto jogo entre Feijão e Mate Delic, que seria na sequência. Com o triunfo da Croácia por 3 a 1 no saibro do Costão do Santinho, o Brasil disputará o Zonal Americano em 2016. Cai de divisão. 

Bellucci, o único brasileiro a vencer na competição até então, era a aposta do Brasil para levar a disputa para o quinto jogo. O brasileiro não entrou bem em quadra, mas foi empurrado pelo público presente na Arena Gustavo Kuerten e brigou pelo resultado até o tie-break no terceiro set. "Esse jogo era fundamental para ficarmos vivos e disputar o quinto ponto. A decisão de ele sair foi minha", declarou o capitão João Zwetsch.

O JOGO

Coric começou a partida na frente em Florianópolis, e permaneceu assim durante boa parte do duelo. O croata sentiu a pressão da torcida, mas se impôs no primeiro set, quebrou o saque de Bellucci no quarto game e conseguiu fechar sem dificuldades em 6/2. O brasileiro reagiu, e subiu de rendimento no segundo set, conseguindo uma virada no terceiro game. O Croata chegou a salvar dois break-points em erro do brasileiro e liderar o set, mas Bellucci explorou jogadas na rede e acertou backhands fechando o set em 6/4.

O terceiro set foi a prova de fogo do brasileiro. Bellucci foi mais agressivo e conseguiu boa quebra com a bola curta no oitavo game. O brasileiro ganhou fôlego com dupla falta cometida pelo croata, e conseguiu encaixar dois aces na sequência no set. No 12º game, o brasileiro salvou dois set-points e forçou tiebreak, cedendo para Coric por 7/3. "O Tie-brake era fundamental, perder foi complicado, tinha de ganhar mais um set e ia ser complicado ganhar mais um set", disse Bellucci.

"O Thomaz não jogou legal o primeiro set, estava previsível. Jogou bem o segundo set e se não fosse essa imprevisibilidade de sentir as costas, poderia ter ido melhor. Temos de aprender com os erros cometidos aqui e fazer melhor no ano que vem e voltar para o grupo mundial, que é onde queremos ficar", finalizou o capitão Zwetsch. Se vencer o Zonal I em março, o Brasil volta aos playoffs em setembro de 2016.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisCopa DavisBellucci

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.