Alan Diaz/ AP
Alan Diaz/ AP

Bellucci desperdiça set points e é eliminado na 3ª rodada em Miami

Ucraniano Igor Dolgopolov faz 2 sets a 0 em 1h27min

Estadão Conteúdo

30 Março 2015 | 15h36

Thomaz Bellucci voltou a oscilar nesta segunda-feira, mas desta vez não conseguiu se recuperar e foi eliminado do Masters 1000 de Miami pelo ucraniano Alexandr Dolgopolov. O brasileiro mostrou maior irregularidade no fim do primeiro set, quando desperdiçou quatro set points e levou a virada. Dolgopolov aproveitou as oportunidades e venceu por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/4, em 1h27min.

Apesar da queda, Bellucci apresentou evolução nos últimos dias em Miami ao se adaptar rapidamente ao piso duro do torneio e encerrar a sequência negativa na temporada. Ele vinha de oito derrotas consecutivas. Além disso, obteve duas vitórias seguidas, o que não acontecia desde o modesto ATP 250 de Quito, no início de fevereiro.

Em Miami, o brasileiro teve boa estreia ao derrotar o australiano Lleyton Hewitt, ex-número 1 do mundo. Na sequência, teve muitas oscilações contra o uruguaio Pablo Cuevas, no sábado, mas obteve a virada e venceu o duro confronto. Nesta segunda, ele não conseguiu repetir a dose e se despediu da chave de simples.

Embalado pelo triunfo sobre Cuevas, Bellucci voltou à quadra exibindo confiança e firmeza nos golpes no fundo de quadra. Com ligeira superioridade, aproveitou os erros de Dolgopolov para quebrar o saque logo no primeiro game da partida. A boa vantagem foi mantida até o décimo game, quando desperdiçou três set points e permitiu o empate do rival.

Abalado pelas chances perdidas, o brasileiro caiu de rendimento e permitiu a virada. Dolgopolov cresceu em quadra e, depois de garantir o set inicial, começou em grande ritmo a segunda parcial. Ele faturou nova quebra de saque, abriu 2/0 e voltou a por pressão em Bellucci.

O brasileiro chegou a esboçar reação, ao devolver a quebra e empatar em 3/3. No entanto, o ucraniano conseguiu se impor novamente no saque do adversário ao tirar vantagem das suas oscilações - Bellucci cometeu 33 erros não forçados em toda a partida, contra 26 de Dolgopolov. O ucraniano sustentou a vantagem até fechar em 6/4.

Com a derrota, Bellucci perdeu a chance de retomar o posto de número 1 do Brasil no ranking da ATP. Atualmente ele ocupa a posição 81 da lista, atrás de João Souza, o Feijão, na 70ª colocação.

Dolgopolov, por sua vez, aguarda o confronto entre o sérvio Novak Djokovic e o belga Steve Darcis para conheceu seu adversário nas oitavas de final. Líder do ranking, Djokovic é o franco favorito no duelo a ser disputado ainda nesta segunda.

Ainda nesta segunda, o japonês Kei Nishikori garantiu vaga nas oitavas ao superar o sérvio Viktor Troicki por duplo 6/2. Na sequência, ele enfrentará o vencedor do confronto entre o belga David Goffin e o polonês Jerzy Janowicz.

Mais conteúdo sobre:
tênis Masters de Miami thomaz Bellucci

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.