Epitácio Pessoa/AE
Epitácio Pessoa/AE

Bellucci é derrotado e fica fora da final do Brasil Open

Tenista sofre com dores no corpo e perde para o italiano Filippo Volandri por 2 sets a 1

AE, Agência Estado

18 de fevereiro de 2012 | 19h33

SÃO PAULO - O sonho de Thomaz Bellucci de disputar pela segunda vez a final do Brasil Open ruiu neste sábado, no quase lotado Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, onde o tenista número 1 do País caiu por 2 sets a 1 diante do italiano Filippo Volandri, de virada, com parciais de 5/7, 6/0 e 6/2.

Cabeça de chave número 4 desta edição do principal ATP realizado no Brasil, Bellucci acabou sucumbindo por causa do cansaço e de dores no seu tornozelo esquerdo, que o impediram de mostrar uma boa mobilidade em quadra nos dois últimos sets. Ele vinha de um jogo desgastante que terminou depois da meia-noite de sexta-feira nas quartas de final, fase em que derrotou o argentino Leonardo Mayer por 2 a 1, de virada.

Com a vitória sobre Bellucci, Volandri enfrentará na decisão deste domingo o espanhol Nicolas Almagro, cabeça de chave número 1 e principal favorito ao título na capital paulista, que horas mais cedo venceu o seu compatriota Albert Ramos por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/6 (7/4).

A missão de Bellucci de avançar à final começou a ser mostrar complicada já no primeiro set, quando ele teve o saque quebrado pelo rival, devolveu a quebra e depois solicitou atendimento médico por causa das dores no tornozelo esquerdo. Ele foi atendido logo após fazer 6/5. Apesar disso, conseguiu obter uma nova quebra de saque na sequência e fechou o primeiro set em 7/5.

O triunfo na parcial, porém, se provou ilusório a partir do segundo set, totalmente dominado por Volandri. Diante de um rival minado pelo cansaço, o italiano obteve três quebras consecutivas e aplicou um "pneu" (6/0) sobre o brasileiro.

Já no derradeiro set, Bellucci exibiu superação e coragem ao conseguir confirmar os seus dois primeiros saques, arriscando subidas à rede e bons tiros do fundo de quadra. A sua resistência, entretanto, começou a acabar no quinto game, quando Volandri obteve nova quebra de serviço e fez 3 a 2. Em seguida, após abrir 4 a 2 com o saque na mão, repetiu a quebra no sétimo game e depois sacou para fechar o confronto em 6 a 2.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisBrasil OpenThomaz Bellucci

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.