Clive Brunskill/AFP
Clive Brunskill/AFP

Bellucci é eliminado por Andy Murray na 3ª rodada do US Open

Brasileiro perdeu por 3 a 0, com parciais de 6/3, 6/2 e 7/5

Estadão Conteúdo

06 de setembro de 2015 | 09h29

A participação do brasileiro Thomaz Bellucci no US Open parou em um dos melhores tenistas da atualidade. Na noite de sábado, o número 30 do mundo foi eliminado na terceira rodada em Nova York ao perder para o britânico Andy Murray, terceiro colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/2 e 7/5, em 2 horas e 11 minutos.

A derrota de sábado confirmou o péssimo retrospecto de Bellucci diante de tenistas do Top 10 em 2015, com oito derrotas em oito duelos. Porém, ao menos o brasileiro tem a comemorar a sua melhor campanha no US Open, o que lhe renderá 90 pontos na próxima atualização do ranking.

"Joguei bem, mas o Murray também jogou muito bem. Nas oportunidades que tive, acabei não aproveitando, e contra caras como ele, não dá para vacilar. Mas deixo o US Open contente com a minha participação e com o nível de tênis que venho jogando", afirmou Bellucci.

Já Murray avançou às oitavas de final do Grand Slam norte-americano e agora terá pela frente o sul-africano Kevin Anderson, que derrotou o austríaco Dominic Thiem em três sets (6/3, 7/6 e 7/6).

Bellucci até começou bem a partida de sábado, conseguindo uma quebra de saque no terceiro game, que acabou sendo devolvida por Murray na sequência, se aproveitando de duas duplas-faltas do brasileiro. Depois, o britânico converteu mais um break point, no oitavo game, e aplicou 6/3.

Batido na primeira parcial, Bellucci perdeu o seu saque logo no game inicial do segundo set. Mais agressivo, Murray controlou o duelo, conseguiu mais uma quebra de serviço, no sétimo game, e em seguida fechou a parcial em 6/2.

Após um susto no game inicial, quando precisou se recuperar para confirmar o seu serviço, Bellucci foi mais consistente no terceiro set, ainda que sem ameaçar o saque de Murray. O britânico acabou conseguindo a única quebra de serviço da parcial no 11º game, confirmando o seu saque em seguida para vencer por 7/5, avançando no US Open.

Para Bellucci, agora resta se concentrar na preparação para o duelo com a Croácia, pela repescagem do Grupo Mundial da Copa Davis, marcado para o período entre 18 e 20 de setembro em Florianópolis. "Agora é pensar da Copa Davis. É uma competição que gosto muito jogar e que estou muito motivado para jogar contra a Croácia", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.