Marcello Zambrana|DGW Comunicação|Divulgação
Marcello Zambrana|DGW Comunicação|Divulgação

Bellucci é massacrado e Feijão é único tenista do País vivo no Brasil Open

Brasileiro perde de Diego Schwartzman em 57 minutos de jogo

Estadao Conteudo

28 Fevereiro 2017 | 22h46

Só sobrou João Souza, o Feijão. Nesta terça-feira, no jogo que encerrou a primeira rodada do Brasil Open, Thomaz Bellucci foi o quinto tenista do País a ser eliminado na estreia na chave de simples do ATP 250 disputado em quadras de saibro, em São Paulo, deixando o carioca como único representante da casa nas oitavas de final.

Antes da queda de Bellucci, Guilherme Clezar e Orlando Luz, na última segunda-feira, e Rogério Dutra Silva e Thiago Monteiro, também nesta terça, já haviam sido eliminados no Clube Pinheiros, com Feijão sendo a única exceção.

Número 1 do País, Bellucci entrou em quadra um dia após desistir de jogar o torneio de simples do Brasil Open por problemas estomacais e pouco ameaçou Diego Schwartzman. O número 69 do mundo caiu para o argentino, que ocupa a 44ª colocação no ranking da ATP, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/0, em apenas 57 minutos.

Em um início de jogo com muitos erros, foi Schwartzman quem se deu melhor. Ainda que tenha perdido o seu saque no terceiro game, o argentino conseguiu aproveitar os vacilos do brasileiro para conseguir quebras de serviço no segundo e quarto games. Depois, precisou apenas sustentar a vantagem para fechar a parcial em 6/2.

No segundo set, Bellucci ofereceu pouquíssima resistência. O brasileiro permitiu que Schwartzman aplicasse um "pneu" ao conseguir quebras de serviço no segundo, quarto e sexto games, se aproveitando do excesso de erros do paulista, agora eliminado pelo segundo ano consecutivo na estreia no Brasil Open - em 2016, perdeu para o espanhol Roberto Carballes.

Nas oitavas de final do Brasil Open, Schwartzman terá pela frente o austríaco Gerald Melzer. Já Feijão, única esperança brasileira na chave de simples, vai encarar o espanhol Pablo Carreño Busta, cabeça de chave número 1 do evento paulistano e que no último fim de semana foi vice-campeão do Rio Open.

Mais conteúdo sobre:
tênis Brasil Open Thomaz Bellucci

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.