Arquivo/AE
Arquivo/AE

Bellucci e Mello avançam à chave principal em Miami

Brasileiros passam pelo qualifying e garantem lugar no badalado torneio norte-americano, que começa na quarta

Agencia Estado

24 de março de 2009 | 17h58

O tênis brasileiro terá dois representantes na chave principal do Masters 1000 de Miami. Nesta terça-feira, Thomaz Bellucci e Ricardo Mello venceram suas partidas no qualifying e garantiram um lugar no badalado torneio norte-americano, que terá as principais estrelas do esporte - 48 entre os 50 primeiros do ranking estão inscritos.

Número 1 do Brasil e 65.º colocado na lista da ATP, Bellucci teve dificuldades para superar o alemão Simon Greul, 113.º. O paulista precisou de três sets e 2h11min para vencer por 2 a 1, com parciais de 6/2, 4/6 e 6/3. Em Indian Wells, há duas semanas, ele também passou pela qualificação para chegar à chave principal, mas caiu na segunda rodada.

Nesta quarta, ele estreia na chave principal do torneio contra o francês Fabrice Santoro. "Nunca joguei contra ele, mas o Santoro é um jogador que requer paciência, que tem um jogo meio diferente dos outros e que também é bastante experiente. Mas estou preparado", afirmou Bellucci.

Caso o brasileiro vença em sua estreia, ele enfrentará o alemão Nicolas Kiefer, cabeça-de-chave número 28. Numa hipotética terceira rodada, Bellucci poderia se encontrar Roger Federer. Para isso, o suíço precisará superar o vencedor do duelo entre o francês Michael Llodra e o norte-americano Kevin Kim na segunda rodada.

Já Ricardo Mello, atual número 168 do ranking, teve facilidade para conseguir seu lugar entre os 96 tenistas que disputarão o Masters 1000. Ele passou pelo experiente Vincent Spadea por 2 a 0, com 7/6 e 6/0. A partida contra o norte-americano, ex-número 18 do mundo, durou 1h32min. Ele pega também nesta quarta o norte-americano Taylor Dent.

FAVORITO

O espanhol Rafael Nadal, número 1 do mundo, vai estrear contra o vencedor do confronto entre o italiano Simone Bolelli e o russo Teimuraz Gabashvili. Atual campeão em Miami, Nikolay Davydenko está machucado e não participará do Masters 1000.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.