Marcello Zambrana/Divulgação
Marcello Zambrana/Divulgação

Bellucci enfrentará Ferrer e Feijão pegará Dodig na Austrália

Sorteio da chave masculina realizado em Melbourne coloca brasileiros diante de adversários difíceis logo na primeira todada

Estadão Conteúdo

16 de janeiro de 2015 | 09h20

A chave masculina do Aberto da Austrália foi sorteada no final da noite desta quinta-feira (horário de Brasília), em Melbourne, e não trouxe uma boa notícia a Thomaz Bellucci. O sorteio definiu que o tenista número 1 do Brasil terá de encarar já na primeira rodada o espanhol David Ferrer, atual décimo colocado do ranking mundial. Já João Souza, o Feijão, deu um pouco mais de sorte e vai enfrentar na primeira fase da competição o croata Ivan Dodig, 85º da ATP, em confronto inédito entre os dois.

Bellucci perdeu cinco dos seis duelos que travou com Ferrer até hoje, sendo dois deles em quadras duras como a do Grand Slam australiano. Neste tipo de superfície, o espanhol levou a melhor em Valência, no ano passado, e em Xangai, em 2000. O único triunfo do brasileiro sobre o rival foi no saibro, em 2012, no Masters 1000 de Montecarlo.

Caso surpreenda Ferrer na estreia, Bellucci, hoje 62º tenista do mundo, terá pela frente na segunda rodada o vencedor da partida entre o ucraniano Sergyi Stakhovski e o sérvio Dusan Lajovic. Já Feijão, o 115º da ATP, vislumbra um possível confronto com o ganhador da partida entre o japonês Kei Nishikori, cabeça de chave número 5, e o espanhol Nicolas Almagro. Isso, é claro, se passar por Dodig, parceiro de duplas do brasileiro Marcelo Melo e hoje 85º colocado do ranking de simples.

No grupo dos principais favoritos, o sérvio Novak Djokovic, líder do ranking mundial, estreará contra um tenista que virá no qualifying em Melbourne e o seu lado da chave parece desenhar uma série de duelos contra rivais espanhóis. E o cabeça 1 da competição ainda poderá encarar Stan Wawrinka, atual campeão da competição, pelo terceiro ano seguido em Melbourne. O suíço estreará contra o turco Marsel Ilhan e poderia reencontrar Djokovic nas semifinais.

Já o suíço Roger Federer, segundo principal favorito, terá pela frente uma chave que deverá ser mais complicada do que a de Djokovic, pois ele poderá encarar o britânico Andy Murray nas quartas de final e o espanhol Rafael Nadal nas semifinais. E mesmo a sua estreia não pode ser considerada fácil, pois irá pegar o taiwanês Yen-Hsun Lu, especialista em quadra dura e hoje 46º tenista do mundo. 

Nadal também não terá uma estreia fácil. O sorteio definiu que ele medirá forças com o perigoso e experiente russo Mikhail Youzhny. Caso siga em frente e passe pelas três fases seguintes, o espanhol poderá fazer um duelo com o checo Tomas Berdych nas quartas de final. Murray, por sua vez, estreará contra um tenista que virá do qualifying e o seu quadrante da chave vislumbra um possível duelo com o búlgaro Grigor Dimitrov nas oitavas de final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.