Juan Mabromata/AFP
Juan Mabromata/AFP

Bellucci estreará contra italiano Simone Bolelli em Indian Wells

Ainda sem data definida, confronto abrirá chave principal do torneio

Estadão Conteúdo

11 Março 2015 | 10h09

Ainda na ressaca da derrota do Brasil para a Argentina na Copa Davis, Thomaz Bellucci conheceu na madrugada desta quarta-feira seu adversário de estreia no Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos. O brasileiro vai enfrentar o italiano Simone Bolelli, atual 49º do ranking, na rodada de abertura da chave principal, ainda sem data definida.

Bolelli vive boa fase no circuito, com oito vitórias em 15 jogos no ano até agora. Bellucci, por sua vez, venceu apenas três dos 11 confrontos deste início de temporada. As derrotas mais recentes aconteceram no fim de semana. O brasileiro perdeu seus dois jogos de simples no confronto com a Argentina e levou a equipe brasileira para a repescagem da Davis.

Longe da sua melhor fase, Bellucci foi superado no ranking por João Souza, o Feijão, e agora é o número dois do País. O que anima o brasileiro para a estreia em Indian Wells é o retrospecto positivo contra Bolelli. Em três confrontos com o italiano, Bellucci venceu dois, o último deles em um torneio de nível challenger, em 2012.

Se superar o italiano, alcançado sua maior vitória do ano até agora, o tenista do Brasil terá pela frente na sequência o poderoso saque do canadense Milos Raonic. O sexto cabeça de chave do torneio estreará direto na segunda rodada.

Entre os favoritos ao título, o sérvio Novak Djokovic vai estrear na segunda rodada contra o vencedor do duelo entre o cipriota Marcos Baghdatis e o checo Jiri Vesely. Na outra ponta da chave, o suíço Roger Federer terá o polonês Jerzy Janowicz ou o argentino Diego Schwartzman.

O espanhol Rafael Nadal vai encarar o vencedor do confronto entre o holandês Igor Sijsling e um tenista do qualifying, ainda não definido. Já Andy Murray aguarda o duelo entre o russo Mikhail Kukushkin e o canadense Vasek Pospisil.

Com o chaveamento definido por sorteio, Djokovic, atual campeão, poderá encontrar Murray na semifinal. Federer e Nadal podem reeditar um dos maiores clássicos do tênis na semifinal da parte inferior da chave.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.