Bellucci estreia com vitória fácil e irá enfrentar algoz de Feijão em Bastad

Em sua primeira partida no circuito profissional desde quando foi eliminado por Rafael Nadal na estreia de Wimbledon, no último dia 30 de junho, Thomaz Bellucci não teve maiores problemas para confirmar favoritismo em sua estreia do Torneio de Bastad, nesta terça-feira, na Suécia.

Estadão Conteúdo

21 de julho de 2015 | 12h17

Sexto cabeça de chave do ATP 250 local realizado em quadras de saibro, o tenista brasileiro venceu o sueco Elias Ymer, convidado da organização, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2, em 1h15min de confronto.

Atual 41º colocado do ranking mundial, Bellucci assim se credenciou para encarar na segunda rodada o brasileiro naturalizado sueco Christian Lindell, que na estreia foi o algoz de João Souza, o Feijão, atual número 2 do País, na última segunda-feira.

Hoje apenas o 177º tenista do mundo, Lindell surpreendeu Feijão, o 88º da ATP, e agora irá travar um duelo inédito com Bellucci no circuito profissional. Antes disso, o atual número 1 do País deu poucas chances ao local Ymer nesta terça. Embora tenha tido o saque quebrado por uma vez no primeiro set, o brasileiro converteu dois de quatro break points para fechar a primeira parcial em 6/4.

Já no segundo set, sem ter o serviço ameaçado por nenhuma vez, Bellucci aproveitou duas de cinco chances de quebra para liquidar o confronto em 6/2. No fim, ele acabou vencendo 78% dos pontos que disputou quando encaixou o seu primeiro saque, além de ter contabilizado três aces.

Outros três jogos já foram encerrados nesta terça em Bastad. Em um deles, o francês

Paul-Henri Mathieu eliminou o seu compatriota Jeremy Chardy, sétimo cabeça de chave, com parciais de 7/5 e 6/3. E o seu próximo rival na segunda rodada será o letão Ernests Gulbis, que arrasou o turco Marsel Ilhan por 6/2 e 6/0.

Já no duelo entre dois tenistas alemães, Alexander Zverev superou Julian Reister por 2 sets a 1, de virada, com 6/7 (4/7), 6/4 e 6/3, e será o primeiro adversário do argentino Juan Monaco, quarto cabeça de chave, na competição sueca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.